Governo abre inscrições para o ProJovem Urbano em 31 municípios

14 de Abril de 2010

O Governo do Estado, em parceria com o Governo Federal, está com matrículas abertas até a próxima sexta-feira (16) para o ProJovem Urbano. O Programa visa elevar a escolaridade dos jovens de 18 a 29 anos, através da qualificação profissional inicial e promoção social. No Estado, cerca de três mil alunos, de 10 municípios (Aquiraz, Maracanaú, Maranguape, Cascavel, Crateús, Iguatu, Itapipoca, Russas, Sobral e Tauá) já foram beneficiados com o Programa. Nesta segunda  etapa, o ProJovem ofertará  mais 9.400 matrículas em 30 novos municípios e em Sobral que ampliará a oferta de vagas. Cada aluno receberá uma bolsa mensal no valor de R$ 100,00 para participar do Programa.

 

O ProJovem Urbano tem duração de 18 meses, através dele, jovens realizam cursos de capacitação ligados as áreas de Administração, Construção e Reparos I, Construção e Reparos II, Saúde, Serviços Pessoais, e Turismo e Hospitalidade. Os cursos serão ofertados em duas escolas, cada uma com turma de 150 alunos, totalizando 300 jovens beneficiados por município. Para se inscrever, eles  devem procurar as escolas que ministrarão as aulas nos municípios contemplados nesta segunda etapa. As aulas se iniciam no dia 26 de abril.

 

Para o coordenador de Políticas Públicas para a Juventude, do Gabinete do Governador,  Ismênio Bezerra, o programa atende preferencialmente jovens de 18 a 29 anos que não concluíram o Ensino Fundamental. “Historicamente esse era um público excluído das políticas públicas por estarem fora da faixa etária e que por não terem qualificação, não atendiam as demandas de mercado. O Governo do Estado adotou esse Programa por entender que esses jovens são instrumentos fundamentais para o desenvolvimento do Estado”, conclui o coordenador. 

 

Ainda segundo a Coordenadoria de Políticas Públicas para a Juventude, cerca de 60 mil jovens no Ceará atendem o perfil do Programa. Após concluídas as duas etapas do ProJovem Urbano no Estado, mais de 12 mil jovens terão uma capacitação, o que corresponde a 20% dos jovens com esse perfil no Ceará. As primeira etapa será concluída em novembro deste ano.

 

Para receber a bolsa mensal de R$ 100, o aluno deve assistir a pelo menos 75% das aulas e entregar no mínimo 75% dos trabalhos pedidos. O curso terá uma grade de 2.000 horas/aula, sendo 1.560 presenciais e 440 não presenciais.

 

Os municípios beneficiados e as escolas que ministrarão as aulas são as seguintes:

 

Barbalha (Escola Adauto Bezerra e Escola Martiniano de Alecar)
Cedro (Escola Antonieta Jucá e Escola Gabriel Diniz)
Crato (Escola Estado da Bahia e Escola Wilson Gonçalves)
Icó (Escola Cirão Pe. José Alves Macêdo e Escola Vivina Monteiro)
Lavras da Mangabeira (EEFM Alda Férrer e EEFM Filgueiras Lima)
Nova Olinda (Escola José Alencar Alves e Escola Pe. Cristiano Coelho)
Quixelô (EEM Prof. Luís Gonzaga F. Mota e EMEF João Vicente Alves – Distrito de Antonico)
Várzea Alegre (EEFM José Correia Lima e EEFM Professora Maria Afonsina Diniz)
Arneiroz (Escola João Monteiro e Escola Maria Angelina)
Baturité (Escola Cel. Estevão Alves e Liceu de Baturité Domingos Sávio)
Caridade (Escola Carmozina Bittencourt de Pinho e Escola Cassimiro Bezerra de Araújo)
Catarina (EMEF Francisco Rodrigues Pereira e EMEF Paes de Andrade)
Itaitinga (Escola Dona Conceição e Escola Valmick Sampaio)
Itapiúna (Escola Demócrito Rocha e Escola Franklin Távora)
Itatira (EEM Antônio Sabino Guerra e Escola José Paulo de Sousa  – CERU – Distrito Lagoa do Mato)
Jaguaribe (Escola Raul Barbosa e Escola Militana Paes – Distrito de Feiticeiro)
Paramoti (Escola Bela Vista e Escola Paulo Sarasati)
Quixeramobim (Escola Assis Bezerra e Escola Humberto Bezerra)
Quixeré (EEFM Governador Manoel de Castro e Escola Zacarias Ferreira de Souza – Distrito Lagoinha)
Redenção (Escola Brunilo Jacó e Escola Camilo Brasiliense)
Cariré (Cefisa Aguiar e Escola Francisco Hermínio Pontes)
Frecheirinha (Escola Antônio Custódio e Escola Raimundo Pereira)
Ipu (Escola Auton Aragão e Escola Murilo Rocha Aguiar)
Jijoca de Jericoacara (Escola Professor Igardene Fonteles e Escola Senador Carlos Jereissati)
Nova Russas (Escola Alfredo Gomes e Monsenhor Leitão)
Reriutaba (EEEP Francisca Castro de Mesquita e EMEF Alaíde Ramos)
São Benedito (Escola Farias Brito e Liceu Dr. João Almir)
Sobral (Escola Estadual Dom José e Escola Profissional São José)
Trairi (Elizeu Eli Barbosa e Jonas Henrique de Azevedo)
Ubajara (Escola Flávio Ribeiro e Escola Monsenhor Tarcísio)
Varjota (a definir)

 

Maiores Informações: Coordenadoria de Políticas Públicas para Juventude (85 3101.6365) 

 

14.04.210

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3101.6247)