Hospital Infantil Albert Sabin promove sensibilização sobre a mucopolissacaridose

10 de Maio de 2010

Cerca de 20 crianças com mucopolissacaridose vão participar de uma manhã especial no Hospital Infantil Albert Sabin (Hias) nesta terça-feira, 11, a partir das 9h30min. Elas participarão de uma festinha, com direito a brincadeiras e lanches e as mães irão receber informações sobre a doença. A comemoração faz parte do dia mundial de conscientização das mucopolissacaridoses, celebrado no dia 15 de maio.

 

As mucopolissacaridoses são doenças de origem hereditária, causadas por deficiência da atividade de enzimas importantes para o funcionamento adequado do corpo. No Ceará, somente o Hospital Infantil Albert Sabin realiza o tratamento destas crianças, com infusão de enzimas. As crianças que nascem com a doença (classificada em sete tipos, de acordo com a enzima que tiver faltando no organismo), podem desenvolver crescimento de órgãos como fígado, baço e pele; possuem baixa estatura e podem apresentar deficiência visual e auditiva, além de ter problemas nas articulações.

 

Segundo a geneticista Erlane Marques, por causar deformidades, em muitos casos o paciente sofre com o preconceito. “A gente trata de muitas crianças que moram no interior do Estado e em muitos casos a própria família não conhece a doença. Com o desconhecimento, elas não têm como iniciar um tratamento adequado e acabam isolando estas crianças, por causa do preconceito que elas sofrem fora de casa”, explica. 

 

No Hias são atendidas cerca de 20 crianças com mucopolissacaridose. Elas são assistidas por uma equipe composta por geneticistas, enfermeiros, pediatras e auxiliares de enfermagem, de acordo com a necessidade de cada um. “Com este evento queremos divulgar a doença para que mães que possuem crianças assim possam procurar tratamento para elas, melhorando sua qualidade de vida”, informa a geneticista.

 

10.05.10

Assessoria de Imprensa do HIAS

Helaine Oliveira (imprensa@hias.ce.gov.br / 85 3101.4195)