Garantia Safra: 55 municípios ainda estão com situação irregular

13 de Maio de 2010

Liberação dos recursos do Programa Garantia Safra a partir do próximo mês de julho, manutenção do programa de carros-pipa e abertura de linhas de crédito para pecuaristas. Essas serão algumas das demandas a serem encaminhadas ao ministério do Desenvolvimento Agrário pelo governador Cid Gomes. A previsão é de que o encontro no MDA aconteça já na próxima semana, quando os prefeitos cearenses estarão em Brasília, participando da Marcha aos Prefeitos. A pauta foi definida durante reunião realizada nesta quinta-feira (13), no Palácio Iracema, da qual participaram Cid Gomes, prefeitos e técnicos da Secretaria do Desenvolvimento Agrário.

 

No Ceará, são 291 mil agricultores inscritos no Programa Garantia Safra, que recebem quatro parcelas de R$ 150,00. De acordo com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce), as perdas de safra no Estado este ano, já chega a 57%. “O Garantia Safra é uma das mais importantes redes de proteção ao agricultor”, considera Cid, que avalia que programas como esse, e como o Bolsa Família tem diminuído a gravidade da estiagem. O Governador disse também que o Ceará é o estado com maior número de vagas no Programa.

 

Durante o encontro, Cid Gomes também solicitou o empenho dos gestores municipais que estão com parcelas em atraso para regularizarem a situação e cobrou mais compromisso dos municípios que não aderiram ao Programa. Dos 177 municípios aptos a participarem do Programa, 122 estão com a situação regularizada. Este ano, os municípios têm a opção de escolher quem identificará as perdas. Se o Governo Estadual, através da Ematerce, ou um técnico do próprio município. Na ocasião foram divulgados os nomes dos 31 municípios que ainda não definiram e portanto pode prejudicar a liberação do Garantia Safra.

 

O Governador também adiantou que nos próximos dias deverá assinar o decreto que atesta a situação de emergência no Estado. Para o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Ceará (Fetraece), Moisés Braz, o assunto deve ser tratado com urgência pelos prefeitos, tendo em vista que os agricultores não têm outra expectativa que não seja os recursos do Garantia Safra. Já o secretário da Agricultura do município de Pedra Branca, Hélio Chaves, destacou que no município são mais de cinco mil agricultores inscritos e que os recursos para Pedra Branca aportam mais de R$ 3 milhões a economia local. Na economia do Estado, o Garantia Safra injetará R$ 174 milhões.

 

13.05.2010

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 3101.6247)