Recadastramento dos ativos termina dia 30 de junho

18 de Maio de 2010

O recadastramento dos servidores públicos ativos, civis e militares, da administração direta, autarquias e fundações, estará concluído no próximo dia 30 de junho. A data-limite está fixada pelo Governo do Estado em decreto publicado no Diário Oficial do Estado. Os servidores que não procederam ao recadastramento no prazo, terão seus vencimentos suspensos e não poderão ser beneficiados por progressão ou promoção, até regularizarem a situação.

 

Conforme o decreto, a atualização dos dados cadastrais é obrigatória e será realizada anualmente no mês de aniversário do servidor. Neste ano, excepcionalmente, o recadastramento acontece até junho. Segundo dados da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), órgão responsável pela execução, controle e acompanhamento do processo, devem se recadastrar 72.080 servidores.

 

A Seplag informa ainda que 40,25% dos servidores concluíram o recadastramento em todas as fases; 12,91% encontram-se na fase de anexação de documentos e 24,07% em validação das informações pelas áreas de RH dos órgãos. Acrescenta a Seplag, por meio da Coordenadoria de Gestão de Pessoas, que 12,57% têm pendências de documentação e 10,2% ainda não iniciaram o processo.

 

Iniciado em agosto do ano passado, o recadastramento constitui-se numa premissa para a implantação de instrumentos modernos de apoio à gestão estratégica de pessoas, tais como o banco de talentos e a gestão por competências. Dentre os principais benefícios que proporcionam a gestores e servidores, destacam-se a rapidez nos processos de recursos humanos, apoio às decisões governamentais, conhecimento do perfil do servidor, o que permite criar ações de valorização e melhor aproveitamento de suas habilidades e competências.

 

O processo de atualização de dados cadastrais está sendo realizado com o engajamento dos setores de RH dos órgãos e entidades, que têm o compromisso de fazer a mobilização de seus servidores para atendimento à convocação. Para dar apoio ao processo, a Seplag realizou seleção publica e contratou, inicialmente, 40 servidores temporários, para prestar serviço nas centrais de recadastramento volantes que estão atuando como apoiadores na Capital e Interior. “Acreditamos que, com essa estrutura, juntamente com o envolvimento das setoriais e a conscientização dos servidores para a importância do recadastramento, será possível o êxito do processo”, avaliou a secretária da Seplag, Desirée Mota.

 

Para atender ao recadastramento, o servidor ativos precisa apresentar os seguintes documentos: Identidade, CPF, Título de Eleitor, Identidade Profissional, Carteira de Habilitação (caso o servidor exerça função que a exija), PIS/PASEP, comprovante de endereço, certidão de casamento, certidão de nascimento dos dependentes, certificado de escolaridade, e comprovantes de cursos, palestras, seminários e congressos.

 

18.05.2010

Assessoria de Imprensa da Seplag

Luiz Pedro (luizpedro@seplag.ce.gov.br / 85 3101.4508)