Política de Desenvolvimento Produtivo é direcionada às potencialidades do Ceará

19 de Maio de 2010

A convite da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) o Estado do Ceará discutirá, com o Governo Federal, a utilização de instrumentos da Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP) para o desenvolvimento das potencialidades cearenses. A reunião que acontece nesta quinta-feira (20) e sexta-feira (21), em Brasília, é promovida pela Rede Nacional de Política Industrial (RENAPI), projeto da ABDI que tem disseminado regionalmente a PDP.

 

O coordenador da RENAPI, Paulo Lacerda, explica que a intenção da iniciativa é difundir, incentivar e monitorar o acesso aos instrumentos da Política Industrial nos Estados, Municípios, indústrias, instituições empresariais e sociedade civil, para contribuir no desenvolvimento da estrutura produtiva regional. “O encontro possibilita divulgar as ações desenvolvidas pela Política e as oportunidades existentes para o desenvolvimento da indústria local”, afirma Lacerda.

 

A Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará – Adece, a Federação das Indústrias, e o Instituto Euvaldo Lodi do Estado do Ceará apresentarão a realidade e as características cearenses. O Governo Federal estará representado pelos gestores da PDP, que além de expor as ações da Política, também se atualizarão sobre as potencialidades, interesses e ações de desenvolvimento industrial da região.

 

Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará, Roberto Macedo, conversar com as partes envolvidas é sempre um bom caminho de construção do desenvolvimento produtivo. “Esses encontros dos poderes públicos com a indústria são muito valiosos por terem no diálogo o ponto de partida para a construção de estratégias realmente concatenadas com os interesses, as vocações e as potencialidades do Estado”.

 

Na pauta do encontro estão os temas: agroindústria, siderurgia, mineração, nanotecnologia, ampliação das exportações e energia nuclear. Já participaram da ação da ABDI os Estados da Paraíba e de Sergipe. O próximo será o do Goiás, no dia 01 de julho. “Esta articulação entre órgãos é muito importante para a elaboração e execução de políticas públicas que realmente reflitam as necessidades dos Estados”, afirma Clayton Campanhola, diretor da ABDI.

 

Núcleos RENAPI

 

O Núcleo RENAPI de apoio à implementação da PDP é uma instância de governança que visa coordenar e articular ações entre Governo Estadual, Federal e iniciativa privada em benefício da indústria. Além do Ceará, os núcleos estão presentes em outros 17 Estados do País: Acre, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Sergipe e Santa Catarina, Pernambuco e Mato Grosso do Sul.

 

PDP

 

A iniciativa da ABDI faz parte do conjunto de ações que integram a Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP) lançada em 2008 pelo Governo Federal. As ações da RENAPI são contempladas no destaque estratégico “Regionalização”, da PDP, que em última instância objetiva conferir maior capilaridade à PDP, respeitando as peculiaridades e necessidades estaduais e locais. A Secretaria Executiva da PDP é coordenada pela ABDI juntamente com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Ministério da Fazenda. As metas da PDP são ampliar o investimento fixo em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), elevar o gasto privado em pesquisa e desenvolvimento (P&D), ampliar a inserção internacional do Brasil e dinamizar as Micro e Pequenas Empresas (MPEs) exportadoras.

 

Serviço:

Local: ABDI, Brasília-DF

Dias: 20 e 21/05

 

Assessoria de Imprensa da Adece

César Espíndola (cesar.imprensa@adece.com.br/ 3261.7901)