Transnordestina: 1.171 laudos de desapropriação já foram concluídos

28 de Maio de 2010

A Secretaria da Infraestrutura (Seinfra) já concluiu 1.171 laudos de avaliação das áreas a serem desapropriadas para a construção da Ferrovia Transnordestina no Estado. Estes laudos equivalem a 447,8 km dos 527 km de extensão da ferrovia que passará no território cearense. Os trabalhos de elaboração dos laudos se concentram agora em cerca de 73 km que envolvem área de preservação ambiental. Também já foi agilizada a liberação de 192,63 km para desapropriações, o que deixa essa área livre pra o início das obras da Transnordestina no Estado.

 

A Transnordestina no Ceará se estende do município de Missão Velha até o de São Gonçalo do Amarante, onde está localizado o Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Os trabalhos com as desapropriações já totalizam investimento da ordem de R$ 8,7 milhões oriundos de convênio entre o Governo do Estado, mediante a Seinfra, e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

No Ceará, os trabalhos para a implantação da ferrovia Transnordestina foram iniciados em julho de 2009, e dividiu os trechos em três áreas: Missão Velha-Acopiara, com 183,035 km de extensão, Piquet Carneiro-Quixadá, com 179,232 km e Itapiúna-Porto do Pecém, com 164,308 km. No primeiro trecho já foram concluídos 95,63% dos laudos.

A Ferrovia Transnordestina permitirá a integração da estrutura produtiva do Nordeste com as demais regiões brasileiras, unindo três pontos do sistema ferroviário do Nordeste – Missão Velha (CE), Salgueiro (PE) e Petrolina (PE), possibilitando assim o desenvolvimento econômico de diversos setores em sua área de abrangência, especialmente o polo gesseiro do Araripe e o polo agroindustrial de Petrolina e Juazeiro.

 

Além disso, integrará o sistema hidroviário do São Francisco, o sistema rodoviário sertanejo e o sistema ferroviário já existente, tornando mais eficiente à logística do transporte de cargas. A ferrovia deve gerar 550 mil empregos (diretos e indiretos), terá capacidade de transportar 30 milhões de toneladas de carga por ano em 2.278 quilômetros de extensão.

 

28.05.2010

Assessoria de Comunicação Social da Seinfra

José Milton/Luiz Guedes (josemilton@seinfra.ce.gov.br 85 31013763)