Secult comemora 91 anos da Casa de Juvenal Galeno com obra completa do poeta

24 de setembro de 2010

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) comemora os 91 anos da Casa de Juvenal Galeno (1919-2010) nesta segunda-feira, dia 27 de setembro, a partir de 17h30min, com o lançamento da Coleção Juvenal Galeno: obra completa. São dez livros, parte da série Memória da Coleção Nossa Cultura, da Secult, que resgatam a obra do autor que é citado por muitos estudiosos como um dos pioneiro do folclore brasileiro. “Juvenal Galeno: Obra Completa” tem como coordenador editorial da Secult, o escritor Raymundo Netto, e colaboradores como os professores Dimas Macedo, Batista de Lima e Sânzio de Azevedo.

 

“Embora adotemos o termo obra completa à coleção de títulos de Juvenal Galeno, ora trazida à luz, não temos a pretensão de afirmar que nela reunimos toda a sua produção literária. Ao contrário, fazemos questão de confirmar a existência de um vasto material esparso em periódicos cearenses, e de outros estados, a ser pesquisado, compilado e publicado com o objetivo de resgatar e conservar a obra deste, que sem dúvida, é um de nossos maiores poetas, senão o mais original e/ou representativo”, como explica o coordenador editorial da Secult, Raymundo Netto.

 

Por ocasião do lançamento da Coleção, o ator e dramaturgo Ricardo Guilherme fará a entrega solene nas mãos do secretário da Cultura, Auto Filho dos originais manuscritos da peça “Quem Com ferro Fere, Com Ferro Será Ferido”, única participação de Galeno na dramaturgia que se tem registro. O livro que contém a peça – que pode ser considerada a primeira peça escrita no Ceará datando 151 anos – é um resgate documental de grande importância não só para a literatura, mas também para o teatro cearense. O original manuscrito de Juvenal Galeno chegou as mãos do ator, quase por um acaso, e era parte do seu acervo pessoal e a partir da data integra o setor de obras raras da Biblioteca Pública Menezes Pimentel.

 

Ainda em 2009, a Secult promoveu uma reforma estrutural da Casa de Juvenal Galeno, recuperando a fachada, portas, pisos e janelas, estrutura elétrica, hidráulica, sistema anti-incêndio, além da higienização e catalogação do acervo da Biblioteca da casa com cerca de seis mil volumes. Desde o início de 2010, a Casa realiza uma programação cultural mensal que promove uma das vocações: a sua ligação com a tradição e com o folclore. Com estas ações, a Casa de Juvenal Galeno firma-se no seu papel, evidenciada na sua natureza popular, como de difusão e de incentivo à cultura local. Um dos destaques desta programação é a Noite da Viola – que encerra a noite de comemorações de 91 anos neste dia 27 de setembro – espaço para emboladores, repentistas e poetas expressem as raízes da cultura nordestina.

 

Segunda-feira, 27 de setembro de 2010

 

6h30 – Missa de celebração aos 91 anos da Casa de Juvenal Galeno na Igreja São Bernardo (Ruas Senador Pompeu com Pedro Pereira, Centro)
17h30 – Exibição do documentário da TV Assembléia sobre a Casa de Juvenal Galeno
18h – Música de Juvenal Galeno com Alvarus Moreno e Alzeneide Cândido
19h – Leitura dramatizada com Ricardo Guilherme com trechos da obra de Juvenal Galeno
19h20 – O ator Ricardo Guilherme fará a entrega oficial dos originais da peça “Quem com o ferro fere com o ferro será ferido”, de Juvenal Galeno, a Secretaria da Cultura do Estado
19h30 – Lançamento da lançamento da Coleção Juvenal Galeno:obra completa
20h – Coquetel regional
20h30 – Noite da Viola com o aboiador Chico Neto, além de duplas de emboladores e de violeiros

 

Serviço: Casa de Juvenal Galeno. Rua General Sampaio, 1128, Centro. De segunda a sexta, de 8h às 17h, entrada franca. Mais informações: (85) 3252-3561.

 

Contato para entrevista:
Antônio Galeno, diretor da Casa Juvenal Galeno. Telefone: 3252.3561 e 9697-9716
Raymundo Netto, coordenador editorial da Secult – 8878-8997 e 3101-6790

 

Assessoria de Imprensa da Secult:

Bianca Felippsen (bianca@secult.ce.gov.br – (85) 3101-6761 / 3101-6759