Projetos cearenses são bem-sucedidos durante 6ª Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia

30 de setembro de 2010

Cinco projetos de escolas estaduais cearenses, enviados pela Secretaria da Educação (Seduc) para participar da 6ª Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia (Fenecit), foram classificados nas primeiras colocações em quatro das nove categorias que integram a iniciativa: Ciências Humanas, Exatas, Sociais Aplicadas e Comportamentais. A Feira aconteceu no período de 14 a 17 de setembro, em Camaragibe, Pernambuco, com o objetivo de incentivar a pesquisa científica no cotidiano escolar.

 

O projeto “Mídia e Cidadania: o protagonismo comunicativo no campo educacional”, da Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Amélia Figueiredo de Lavor, em Iguatu, ficou em primeiro lugar na categoria de Ciências Comportamentais. A iniciativa também foi credenciada para a 25ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), de 18 a 23 de outubro, no Rio Grande do Sul. A Escola de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Gustavo Barroso, em Jaguaribe, também recebeu o primeiro lugar na categoria Ciências Humanas, com o projeto “Do anonimato à revelação: histórias de vida que entrelaçam gerações”.

 

A EEEP Governador Virgílio Távora, no Crato, tirou a segunda colocação na categoria Ciências Sociais Aplicadas, com o estudo “Protagonistas da História”. Em terceiro lugar ficou a EEFM Francisco Nonato Freire, do município de Alto Santo. Os alunos apresentaram o projeto “O preconceito que mata”. Na categoria Ciências Exatas, o projeto “Sabão Gali”, da Escola de Ensino Médio São Francisco da Cruz, no município de Cruz, ficou em 3º lugar.

 

A Fenecit é afiliada da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia(Febrace), um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, realizado anualmente na Universidade de São Paulo(USP).

 

30.09.2010

 

Assessoria de Imprensa da Seduc:

Jacqueline Cavalcante (jacquelinec@seduc.ce.gov.br – 85.3101.3972)