PAC 2 destinará mais de R$ 700 milhões para o Ceará

7 de dezembro de 2010

O governador Cid Gomes participou nesta segunda-feira (06/12), em Brasília, de solenidade dos governadores e prefeitos contemplados na seleção do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2), do Governo Federal, que destinará para o Estado cerca de R$ 455,65 milhões para obras de saneamento e urbanização. Também serão destinados mais cerca de R$ 250 milhões para projetos de 13 prefeituras cearenses. O evento contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“O PAC 2 permitirá o avanço em obras fundamentais para o desenvolvimento do Ceará e do Brasil. Poderemos ampliar ainda mais o saneamento básico em diversas cidades e garantir urbanização de diversas áreas”, afirmou o governador Cid Gomes.

Para o presidente Lula, Estados e municípios contam hoje com um respaldo para obras do Governo Federal que antes não era possível. “Nunca houve tanta participação de dinheiro público federal nas obras municipais de todo o Brasil”, disse. “Os prefeitos precisam aprender a fazer projeto. Façam projetos, porque é o projeto que vai permitir conseguir os recursos e realizar as obras”, ressaltou.

Entre as obras do Governo do Estado, estão a urbanização de dois trechos do projeto Rio Maranguapinho, com investimentos de R$ 225,08 milhões, e obras de saneamento em Cascavel, Fortaleza, Horizonte e Itaitinga, com R$ 230,57 milhões. Do total de recursos destinados, R$ 79 milhões serão financiados e o resto virá do Orçamento Geral da União (OGU).

As obras que serão realizadas pelo Governo do Estado em Fortaleza, ampliarão o Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) da Bacia do Siqueira e de bairros como Passaré, Itaperi, Castelão, Dias Macedo, Mondubim, Parque Dois Irmãos, Dendê, Jardim Cearense e Maraponga, na Bacia do Cocó.

O lançamento do PAC 2 está sendo feito em etapas. Nesta segunda-feira foram anunciados os investimentos em projetos de saneamento, urbanização, habitação popular e pavimentação. Nos próximos dias serão anunciados outros investimentos. “Ampliamos o leque de ações para os Estados e municípios brasileiros. Além de saneamento e habitação, também será possível investimentos em escolas, creches e Unidades de Pronto Atendimento à Saúde (UPAs). Para fazer o País continuar crescendo, foi feita a primeira seleção de projetos já em 2010”, afirmou a coordenadora do PAC, Mirian Belchior.

Maranguapinho

 

O Projeto Rio Maranguapinho é uma ação dos governos do Estado e Federal que está melhorando as condições de vida das famílias que atualmente residem em áreas de risco ao longo do rio. O conjunto de intervenções do projeto beneficia cerca de 350 mil pessoas que residem na Bacia do Rio Maranguapinho.

O destino dos recursos do PAC 2 complementarão as obras de urbanização, saneamento e habitação popular dos trechos 0 (zero), na Favela Ilha Dourada, entre a Avenida Mister Hull e o Rio Ceará, e o trecho 4, entre o Anel Viário e a Barragem.

 

Municípios

 

As cidades que também conseguiram aprovar projetos próprios no PAC 2 são: Cascavel, Canindé, Crateús, Sobral, Juazeiro do Norte, Caucaia, Fortaleza, Maracanaú, Quixadá, Horizonte, Itaitinga, Chorozinho e Quixeramobim. Entre os projetos estão obras de pavimentação e elaboração de projetos de saneamento e urbanização.

 

06.12.2010

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3101.6247)