Pecém aproxima-se da meta para 2010

13 de dezembro de 2010

Até novembro de 2010 foram movimentadas através do Porto do Pecém 2,8 milhões de toneladas de mercadorias, o que assegura o cumprimento da meta estimada pelo presidente da Cearáportos, Erasmo Pitombeira, para o corrente ano, que é de três milhões de toneladas. Esse resultado representa um acréscimo de 73% em relação ao mesmo período de 2009, quando foram movimentadas 1,7milhões de toneladas.

 

No transporte de longo curso foram movimentadas 2,2 milhões toneladas, enquanto no de cabotagem, que é o transporte entre portos brasileiros, esse total foi de 635 mil toneladas. Somente no mês de novembro foram movimentadas 427 mil toneladas de mercadorias pelo Pecém, sendo 318 mil de longo curso e 108 mil de cabotagem.

 

Mais uma vez o destaque nas exportações ficou por conta dos minérios, com um incremento de mais de três mil por cento em relação a janeiro/novembro do ano passado, totalizando 73 mil toneladas exportadas. A exportação de alumínio registrou elevação de mais de mil por cento, com 27 mil toneladas, enquanto os combustíveis minerais contribuíram com 22 mil toneladas e uma variação positiva de 439%. A exportação de frutas, apesar de registrar a movimentação de 223 mil toneladas, registrou uma leve queda de 1% em relação ao mesmo período de 2009.

 

No quesito importação a maior movimentação foi de cimento, com 63 mil toneladas no período janeiro/novembro do ano passado. Os combustíveis minerais foram responsáveis pela movimentação de 523 mil toneladas, enquanto  ferro fundido, ferro e aço registraram a importação de 739 mil toneladas.

 

Ranking

 

O porto cearense, de acordo com os dados fornecidos pela Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio manteve a liderança na exportação de frutas e calçados, com participação de 35% no primeiro item e 33% no segundo. Na exportação de frutas o Pecém é secundado pelos portos de Santos (14%), Mucuripe (13%) e Salvador (12%). No quesito calçados, logo após o Pecém aparecem os portos do Rio Grande (31%), Santos (19%) e Mucuripe (8%).

 

O Pecém manteve também a terceira colocação na importação de ferro fundido, ferro e aço e também na de algodão, contribuindo respectivamente com a participação de 16 e 14%. A liderança na importação de ferro fundido, ferro e aço ficou com o porto de São Francisco do Sul, seguido pelos portos de Santos, Pecém e Vitória. A liderança em importação de algodão continuou com Itajaí (42%), seguida pelos portos de Santos (15), Pecém (14) e Suape (10%).

 

No período de janeiro a novembro do corrente ano a movimentação de navios no porto do Pecém registrou acréscimo de 16%, com um total de 481, contra 415 no mesmo período do ano anterior.

 

13.12.2010

Assessoria de Imprensa da Cearáportos

Joseoly Moreira (joseoly@gmail.com / 85 3267.2525)