Maracanaú recebe Escola de Ensino Médio Profissional nesta quinta (10)

9 de Março de 2011

Alunos que finalizam o Ensino Fundamental no município de Maracanaú, na Região Metropolitana de  Fortaleza, terão mais  oportunidades de capacitação para conquistar uma vaga no mercado de trabalho. Nesta quinta-feira, dia 10, às 19 horas, o governador Cid Gomes e a secretária Izolda Cela entregam a Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Maria Carmem Vieira Moreira, a segunda implantada na cidade. Com capacidade para atender 540 estudantes, o estabelecimento ofertará ensino médio integrado  a  cursos técnicos, das 7 horas às 17 horas. A obra contou com recursos dos Governos Estadual e Federal no valor de R$ 8,6 milhões.

 

A unidade segue a concepção de qualidade prevista pelo MEC para escolas de educação profissional. Funcionará em uma estrutura de  4,5 mil metros quadrados, com 12 salas de aula, auditório para 201 lugares, biblioteca e bloco pedagógico-administrativo.

 

A aprendizagem dos estudantes ganhará reforço com as aulas práticas nos laboratórios tecnológicos, de Línguas, Informática, Química, Física, Biologia e Matemática. O esporte e a cultura também terão espaço no cotidiano escolar. Por isso, a comunidade vai contar com uma quadra poliesportiva e um teatro de arena com estacionamento para 40 vagas. A construção foi supervisionada pelo Departamento de Edificações e Rodovias do Ceará (DER), órgão vinculado à Secretaria da Infraestrutura (Seinfra).

 

A escola ofertará os cursos técnicos de Tecelagem, Secretariado, Química e Vestuário. Será a sexta unidade a fazer parte da 1 ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede), que além de Maracanaú, tem escolas localizadas em Caucaia, Itaitinga, Maranguape e Pacatuba, onde a aprendizagem respeita a vocação econômica da região, reconhecida por ser um polo industrial.

 

Iniciada em 2008, a implantação das escolas de educação profissional tem o objetivo de oferecer formação profissional técnica integrada à educação básica, tendo em vista a inserção qualificada dos estudantes no mundo do trabalho. Agora a rede estadual de educação profissional cearense passa a contar com 64 escolas com o atendimento de 19 mil matriculados.

 

09.03.2011

Assessoria de Imprensa da Seduc

Jacqueline Cavalcante (jacquelinec@seduc.ce.gov.br / 85 3101.3972)