Conferência discute o uso do hidrogênio e o futuro energético sustentável do Ceará

14 de Março de 2011

O I Ciclo de Conferências: Hidrogênio e o Futuro Energético Sustentável do Estado do Ceará, promovido pela Universidade Estadual do Ceará (Uece) através do Mestrado em Ciências Físicas Aplicadas (MCFA) vai reunir em Fortaleza, cerca de 300 participantes, entre pesquisadores, professores e estudantes, vindo de várias partes do mundo. França, Estados Unidos, Alemanha, representante da Câmara de Comércio Brasil/Portugal e Argentina já confirmaram presenças.

 

O evento será realizado nos dias 15 e 16 de março de 2011, no Auditório Central da Uece, no Campus do Itaperi, contará com a participação de especialistas da Alemanha e da França, dos representantes do Centro Nacional de Referência em Energia do Hidrogênio – CENEH e do Grupo de Trabalho de Hidrogênio do Ministério   de Ciências e Tecnologia, do empresariado nacional e internacional envolvido com a tecnologia do hidrogênio, de pesquisadores, de representantes governamentais e do público, em geral, interessado na tecnologia do hidrogênio energético.

 

O presidente da Associação Internacional do Hidrogênio Energético (IAHE), Dr. T. Nejat Veziroglu, faz a conferência de abertura sobre o tema – Saga of Hydrogen Civilization- , que acontece nesta terça-feira (15), às 9h30min, e a de encerramento desta feita falando sobre – Peace and prosperity through hydrogen economy, sustainability and World Federation-, no dia 16 de março, às 16h30min. Haverá, ainda, palestras, debates e mesas redondas abordando a geração, distribuição, segurança, normas e aplicações do hidrogênio visando o desenvolvimento energético sustentável do Estado do Ceará.

 

Segundo o professor Lutero Carmo de Lima, presidente do encontro, o Estado do Ceará, devido às suas altíssimas potencialidades em termos de energias renováveis como a energia solar, energia eólica e também biomassa, não pode perder a oportunidade de estar participando no desenvolvimento das tecnologias do hidrogênio como vetor energético principalmente porque o hidrogênio irá agregar valores às energias renováveis e irá também garantir o futuro energético sustentável para o Estado do Ceará.

14.03.2011

Assessoria de Imprensa da Uece
Fátima Serpa (mfserpa@uece.br 85 3101.9605)