Projeto São José beneficiará 5.700 famílias da Região Norte

18 de Março de 2011

Com o adiamento da realização do “Governo do Ceará na Minha Cidade”, que aconteceria neste sábado (19) em Sobral, a entrega das ações do Projeto São José acontecerá no domingo, dia 21. Neste sábado, o governador Cid Gomes participará, a convite da presidenta Dilma Roussef, do almoço com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, no Distrito Federal.

 

 

No domingo, o governador Cid Gomes entrega aos produtores rurais, representantes das associações comunitárias dos municípios que compõem a Região Norte do Ceará, 87 ações oriundas do Projeto São José. Estas ações representam um investimento de R$ 9,2 milhões e beneficiarão 5.700 famílias do campo. A solenidade acontece às 9 horas, no centro de Convenções do município de Sobral e contará com a participação do secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins. Serão 51 subprojetos de Mecanização Agrícola, com a entrega de tratores e 36 subprojetos de Abastecimento de Água para as associações.

Dentro do Plano de Desenvolvimento Rural Sustentável, o Projeto São José trabalha no fortalecimento da infraestrutura básica e da organização da agricultura familiar, com implantação de sistema de abastecimento de água, melhorias sanitárias e mecanização agrícola das comunidades rurais, focando no desenvolvimento sustentável. Além disso, atua no financiamento de projetos com foco nas Cadeias Produtivas Prioritárias e Emergentes, principalmente a piscicultura, a ovinocaprinocultura e a apicultura.

 

O Projeto São José está presente hoje em 177 dos 184 municípios do Ceará, com prioridade para os 40 de menor Índice de Desenvolvimento Social (IDS). Os investimentos são realizados a partir de demandas da própria comunidades que elege suas prioridades, participando da elaboração do subprojeto técnico. De 2007 a 2010, o São José realizou 1.362 projetos entre abastecimento d’água, eletrificação, mecanização agrícola, ações produtivas e sociais, beneficiando mais de 27 mil famílias e investindo cerca de R$ 100 milhões.

 

Os recursos são adquiridos com a participação de 90% do Governo do Estado, dos quais 15% do Tesouro do Estado e 75% de empréstimos contraídos junto ao Banco Mundial. A comunidade participa com 10% do custo do subprojeto, geralmente com mão de obra e materiais.

 

18.03.2011

 

Assessoria de Imprensa da SDA

Munique Freitas (munique.sf@gmail.com / 3101.8105 ou 8892.7190)