Nove cidades são contempladas com viveiros de mudas

7 de abril de 2011

O Governo do Estado, através do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente, inicia  nesta sexta-feira (8), na cidade de Cruz, na Região Norte, a entrega do primeiro dos nove viveiros de mudas dentro  do projeto para o reflorestamento que integra o Programa de Proteção dos Recursos Ambientais.  As nove cidades beneficiadas são:  Acopiara, Campos Sales, Croatá, Cruz, General Sampaio, Jardim, Ocara,  Tauá e Ubajara. O município de  Cruz será o primeiro a receber o viveiro com a presença do governador Cid Gomes. Todas as bacias hidrográficas do Estado estão sendo beneficiadas. Ao Conpam competirá, juntamente, com a Semace, orientar quais espécies devem ser cultivadas e determinar as áreas a serem reflorestadas.

 

Trata-se de mais um compromisso assumido pelo governador Cid Gomes na questão ambiental, previsto no Plano Plurianual (PPA) a ser concretizado, assinalou à imprensa, o presidente do Conpam, Paulo Henrique Lustosa. Ele  adianta  que  as áreas contempladas “foram de forma a beneficiar as regiões administrativas do Estado, com  mudas frutíferas e medicinais, e igualmente, dotar cada região de pessoal  qualificado a produzir  espécies nativas, com ênfase nas que estão em processo de extinção”. Cada unidade  recebeu investimentos do cofres do Estado de R$ 108.304,61  e  terá a capacidade de produzir 120 mil mudas/ano. As mudas serão usadas no reflorestamento de áreas desmatadas, com prioridade nas de preservação permanentes APPs (quais sejam as matas ciliares e de topos de morros). Cada viveiro terá três viveiristas para seu  funcionamento. Todos eles foram devidamente capacitados.

Bacias Hidrográficas  

De acordo com a técnica do Conpam, Maria Dias Cavalcante, responsável pelo projeto, “as ações de reflorestamento proporcionam vários benefícios ambientais, como  maior infiltração de águas, resultando assim na recuperação das nascentes, na biodiversidade  dos ecossistemas naturais”. Daí, prossegue,  “procuramos com o projeto  beneficiar todas as  bacias hidrográficas do Ceará,  começando  pela do Rio Jaguaribe, cujo viveiro situado na cidade de  Acopiara (na sub-bacia do Alto Jaguaribe)  beneficiará a região Sul do Estado”.  

Nas  demais  bacias hidrográficas as cidades escolhidas foram:  Campos Sales,  beneficiando as cidades da Região do Cariri e do centro Sul;  Croatá, bacia hidrográfica do rio Acaraú, região da Ibiapaba, norte do Estado;  em Cruz, primeira unidade a ser entregue,  bacia do rio Coreaú, no litoral oeste é a contemplada; General Sampaio, situado na bacia hidrográfica do rio Curu;  Jardim, sub-bacia do rio Salgado; Ocara, bacia hidrográfica da Região Metropolitana de Fortaleza, beneficiando, diretamente, cidades localizadas no Maciço de Baturité;  já em Tauá,  sub-bacia do Alto Jaguaribe serão beneficiadas cidades das regiões dos Inhamuns e centro sul. Por fim, Ubajara, onde situa-se a bacia hidrográfica do rio Paraíba  beneficiando a Região da Ibiapaba,  na fronteira com o estado do Piauí.

07.04.2101

Assessoria de Imprensa do Conpam
Pedro Gomes de Matos Neto – 9984.4440 ou 8768.2663 ou 3101.1233/1234