Infraestrutura

25 de abril de 2011

Como em uma engrenagem, cada investimento demanda ações em setores distintos. Na área da infraestrutura, vários são os projetos que estão sendo colocados em prática. Novos
aeroportos estão em construção: Aracati, no Litoral Leste; Camocim, no Litoral Oeste, e em Tauá. Além disso, já estão em fase de estudos e projetos a ampliação do aeroporto de Juazeiro do Norte, no Cariri, e a duplicação do aeroporto de Fortaleza.

O setor de transporte de passageiros será ainda reforçado com a Ferrovia Transnordestina projeto do Governo Federal. Desde o dia 1º de dezembro de 2009, funciona o Metrô do Cariri, que é 100% cearense. O Metrô de Fortaleza terá a Linha Sul, que atenderá 350 mil passageiros por dia, inaugurada em 2011. Para as rodovias, até 2010, 2720 mil quilômetros de estradas foram recuperadas ou construídas. Isso é o equivalente a 30% de toda malha rodoviária do Estado.

A infra-estrutura hídrica também tem recebido atenção especial do Governo do Estado. Só com garantia de água será possível concretizar os vários projetos de desenvolvimento para o Ceará e muito tem sido feito. As obras da Integração de Bacias, ou melhor, para nós nordestinos, a Transposição das Águas do Rio São Francisco, já está acontecendo na Região Sul do Ceará. Além desse empreendimento, dois outros projetos mudarão a realidade hídrica do Estado. Um deles é o Eixão das Águas, que levará água do Castanhão para o Pecém e garantirá o abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza. O segundo, o Cinturão das Águas, é uma obra de longa execução. Ele vai cercar todo o território do Ceará e é um projeto essencial para o abastecimento de água de todo o Estado.