STDS lança projeto Um Novo Olhar nesta terça-feira (13)

13 de dezembro de 2011

Mais um Centro Educacional coordenado pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) recebe o projeto Um Novo Olhar. Nesta terça-feira (13), às 09 horas, a Unidade Centro Socioeducativo do Passaré receberá o projeto, que tem levado para os Centros uma proposta inovadora, reunindo em um mesmo ambiente cultura, esporte, religião, capacitação profissional e o mais importante, paz, tranquilidade e companheirismo entre os jovens e entre estes e os instrutores e direção das casas.

O Projeto será lançado oficialmente pelo secretário Evandro Leitão, com a presença de vários secretários e representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário. “Eu nunca imaginei nos meus 13 anos de trabalho dentro dos centros educacionais, que eu fosse ver tantas mudanças positivas e as unidades com “cara nova”, declara, Rivanildo Souza, Sócio-educador do Passaré.

A partir do Novo Olhar, a unidade, que assiste 45 internos, está recebendo oficinas novas de capacitação, uma estação da Rádio Geração Livre, igual a já instalada e em operação no Cecal, cursos diversos, além de instalações apropriadas, conforme preceitua o Sinase.

Ocupação integral

Estruturado em parceria com a Seduc, Secult, Sesa, SSPDS e Sesporte, o projeto envolve os jovens durante os sete dias da semana, das sete às 19 horas, em oficinas de “rip rop”, discotecagem, aerografia, capoeira, música; atividades de qualificação profissional, esportivas e religiosas. As ações são monitoradas pela equipe de apoio da STDS, sob supervisão do Secretário Evandro Leitão. Parceiras essenciais no processo de socioeducação, as famílias participam de forma efetiva das ações do projeto.

“O projeto Um Novo Olhar representa uma nova fase para os Centros Educacionais. Queremos que os jovens saiam daqui com nova visão do mundo e com o mundo lá fora olhando para eles. Vamos mostrar à sociedade que podemos fazer diferente e vamos mudar o perfil das nossas unidades”, afirma o titular da STDS.

Um Novo Olhar já funciona no Cecal, unidade que deve se tornar referência para o Estado e para o restante do Brasil no gerenciamento de atividades pedagógicas para jovens em cumprimento de medidas socioeducativas. O projeto será implantado nos outros 13 centros distribuídos na capital e no interior.

Ações educativas e profissionalizantes

Em 2011, a STDS capacitou 838 jovens, homens e mulheres, em conflito com a lei, de um universo de 890 internos. Paralela à formação, a STDS promove a inserção social desses jovens no mercado de trabalho formal, a partir de convênios celebrados com empresas privadas, em vários ramos de atividades. O Ceará é o único Estado do Brasil que conta com uma fábrica de confecção em uma unidade de internação.

Além de ações de escolaridade e educação profissional, nas unidades, todos os adolescentes desenvolvem, ainda, atividades lúdicas, esportivas, culturais e religiosas, além de receberem completa assistência psicológica, orientação e acompanhamento de doenças sexualmente transmissíveis (DST/AIDS), de saúde geral e odontológica.

13.12.2011

Assessoria de Imprensa da STDS

Carlos Eugênio ( imprensa@stds.ce.gov.br / 85 3101.2099 – 2089)