Terminal de Passageiros do Porto do Mucuripe começa a ser construído

2 de Março de 2012

Fortaleza começa a receber mais uma das obras que atenderá ás demandas da  Copa do Mundo Fifa Brasil 2014. O governador em exercício, Roberto Cláudio, e o secretário especial dos Portos, Leônidas Cristino, assinaram nesta sexta-feira (2), no Porto do Mucuripe, a ordem de serviço construção do seu novo Terminal Marítimo de Passageiros, no valor de R$ 142 milhões. Para Roberto Cláudio, o novo Terminal não só atenderá o Mundial, como será responsável por mudar o perfil do Porto. “Por anos o Mucuripe era a única fonte de escoamento portuário do Estado e por isso exercia um papel muito importante.  E hoje damos início a um expansão de uma nova atividade, que é a movimentação do turismo”, destacou.

Ele ressaltou ainda que no local acontecerá a implantação do Ramal Parangaba-Mucuripe. O Ramal vai ser operado com veículos leves sobre trilhos (VLT) e fará a conexão ferroviária de 12,7 quilômetros entre a Estação Parangaba e o Porto do Mucuripe. Serão 11,3 km em Superfície e 1,4 km em elevado. O Ramal Parangaba Mucuripe passará por 22 bairros da cidade e beneficiará 90 mil passageiros/dia. “Esse é um dia histórico por que vai mudar o perfil social e econômico do entorno do Porto do Mucuripe e do Turismo no Ceará”, destacou.

A obra, que receberá investimentos do Governo Federal, faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento da Copa (PAC-Copa). Segundo o Ministro Leônidas Cristino, o montante será destinado para a construção e equipagem do Terminal. A obra contempla a construção de um novo cais para atracação de navios com até 350 metros de extensão e 14 metros de profundidade, estação de passageiros com espaço para check-in e check-out, lojas de conveniência, espaço para bagagens, restaurantes e órgãos intervenientes de 9 mil m², estacionamento para ônibus e automóveis, além de uma retro-área para armazenagem de contêineres com área de 40 mil m², configurando o equipamento como um Terminal de Múltiplo Uso.

Para o Ministro, além da importância que o novo Terminal terá na realização da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014, esse novo equipamento deixará para os cearenses um legado capaz de mudar o perfil turístico do Estado. “Grande parte de quem realiza o turismo de cruzeiro tendem a visitar as nossas praias e por isso precisávamos de uma infraestrutura adequada. Se o turista sai do navio ele que encontrar coisas boas, a começar pelo Terminal”, destacou Leônidas Cristino. Ainda segundo ele, a previsão é de que as obras fiquem prontas em 21 meses. “Nesse Porto poderão desembarcar os maiores navios do mundo”, completou o Ministro.
Segundo o Presidente da Companhia Docas do Ceará (CDC), Paulo André Holanda, o Porto do Mucuripe necessitava de um investimento desse porte, já que a escolha de Fortaleza como uma das cidades sede e a demanda apresentada pelas empresas do ramo de turismo, exigiam um Terminal de Passageiros adequado. “O Mucuripe precisava de uma reordenação no setor de receptação de turistas”, reforça.

Além das obras em Fortaleza, o Programa de Aceleração do Crescimento da Copa (PAC-Copa) está garantindo investimentos nos Portos de mais seis estados: Manus, Natal, Recife, Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo. Somando o montante destinados aos sete Portos, serão mais R$ 898,9 milhões em investimento. O cronograma proposto pela Secretaria Especial dos Portos (SEP), prevê entregar para os turistas as sete obras finalizadas até o fim de 2013.

Prestigiaram o evento o Senador Inácio Arruda; os secretários estaduais da Copa, Ferruccio Feitosa; do Turismo, Bismarck Maia; das Cidades, Camilo Santana; e da Infraestrutura, Otacílio Borges (Adjunto); os deputados federais, Arnon Bezerra, Domingos Neto, Danilo Forte, Gorete Pereira, Mário Feitosa, e Artur Bruno; e os deputados estaduais Manoel Duca e Tin Gomes.

 

 

02.03.2012

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil ( comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)