Único doador possibilita a realização de sete transplantes

28 de Março de 2012

Pelos tipos de transplantes realizados no Ceará, um único doador de órgãos e tecidos pode efetivar até oito transplantes (coração, pulmão, fígado, pâncreas, dois rins e duas córneas). Na última terça-feira (27) uma doação completa já proporcionou quatro transplantes – de coração, fígado, rim e um transplantes conjugado de pâncreas e rim. Do mesmo doador foram captadas as duas córneas e somente os pulmões foram descartados por não haver receptor compatível na fila de espera.

Com a realização dos quatro transplantes, o número de cirurgias realizadas este ano no Ceará já chega a 293. Em março, já são 113 transplantes. O Estado realizou, em 2012, nos dois primeiros meses do ano, 14,6% a mais de transplantes que no mesmo período de 2011. Este ano foram realizados 98 transplantes em janeiro e 82 em fevereiro, totalizando 180 procedimentos. No ano passado foram 80 transplantes em janeiro e 77 em fevereiro, total de 157. No mês de março de 2011 foram realizados 124 transplantes. No ano todo foi registrado o número recorde de 1.297 transplantes.

Ano a ano o Ceará se consolida como um dos principais centros de transplantes de tecidos e órgãos do Brasil. O Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), publicação oficial da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), coloca o Estado em terceiro lugar no país em número de doadores efetivos por milhão da população em 2011 (pmp/ano). O Ceará identificou no ano passado 373 potenciais doadores. Desses, 148 se tornaram efetivos, 17,5  pmp/ano. Santa Catarina teve 25,4 doadores efetivos pmp/ano e São Paulo 19,2.

Na efetivação das doações, o Ceará teve no ano passado 140 doadores com órgãos transplantados, uma taxa de 17,5 por milhão da população por ano.. É também a terceira melhor taxa do país, menor apenas que as de Santa Catarina (25,1 pmp/ano) e São Paulo (19,2 pmp/ano). Em todo o Brasil, a taxa de doadores efetivos e de doadores que tiveram órgãos transplantados em 2011 foi de 10,7 e de 10,6 pmp/ano.

 

 

28.03.2012

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 – 5221)