Obras da estação Parangaba chegam a 98% de execução

29 de Março de 2012

A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) está iniciando a fase de acabamento das obras civis da estação elevada da Parangaba. A estação, que tem capacidade prevista para atender 25 mil passageiros por hora, está com 98% das obras civis executadas. No momento, estão sendo feitas revisões e acabamentos, como esquadrias e pintura. A previsão é que as obras civis da estação sejam totalmente finalizadas em abril. O Metrofor também irá fazer, após finalizar a estação, a estrutura das calçadas e dos acessos aos pedestres.

A estação elevada da Parangaba é uma das mais importantes da linha Sul do metrô de Fortaleza. Localizada ao lado do terminal de passageiros das linhas de ônibus e da futura plataforma da linha Parangaba-Mucuripe, o projeto prevê a integração entre os três modais de transporte.

Estação

A estação elevada da Parangaba terá 3.300 metros quadrados de área e permitirá o acesso dos passageiros por escadas convencionais, escadas rolantes e elevadores para deficientes e pessoas com dificuldade de locomoção.

Operação Assistida

metrdentro1O início da operação assistida do metrô de Fortaleza será iniciada em 15 de junho, com viagens entre Maracanaú e Parangaba. A operação assistida, com a participação de passageiros, serve para testar o metrô e sincronizar todos os equipamentos. “O metrô vai sair de Maracanaú e irá parar na estação Parangaba. Esses testes servirão para fazer quaisquer ajustes necessários”, afirma Rômulo Fortes, presidente do Metrofor.

A partir de 15 de outubro deste ano, será iniciada a segunda fase de testes com passageiros. Nesta fase, as composições passarão por todas as 18 estações da linha Sul do metrô.

Linha Sul

A linha Sul, que está sendo concluída pelo Metrofor, irá ligar Fortaleza a Pacatuba. São 24,1 km de extensão em via dupla, sendo 18 km de superfície, 3,9 km subterrâneo e 2,2 km em elevado.

Esta linha irá receber um total de 20 trens que formarão dez composições de 80 metros, cada. Estão sendo finalizadas 18 novas estações: Carlito Benevides (antiga Vila das Flores); Jereissati; Maracanaú; Virgílio Távora (antiga Novo Maracanaú); Rachel de Queiroz (antiga Pajuçara); Alto Alegre; Aracapé; Esperança (antiga Conjunto Esperança); Mondubim; Manoel Sátiro; Vila Pery; Parangaba; Couto Fernandes, Porangabussu; Benfica; São Benedito; José de Alencar (antiga Lagoinha); Central – Chico da Silva (antiga João Felipe).

Além dessas 18 estações, o Governo do Estado conseguiu a inclusão de mais duas estações no cronograma de obras: Juscelino Kubitschek e Padre Cícero. As duas estações já estavam previstas desde a concepção original da Linha Sul, mas com o Plano de Mobilidade Urbana gerado pela Copa do Mundo da Fifa em 2014, suas implantações foram antecipadas. Com isso, a Linha Sul do Metrô de Fortaleza, que liga Pacatuba ao Centro de Fortaleza, terá ao todo 20 estações.
A obra está recebendo um investimento total de R$ 1,705 bilhão. Em 2013, serão feitos os ajustes finais para início da operação comercial. A expectativa é transportar 350 mil passageiros por dia, com a integração plena com os terminais de ônibus.

A implantação do metrô de Fortaleza é considerada a maior obra estruturante da capital. A expectativa é que o metrô solucione um dos grandes problemas da cidade, que é o ordenamento de seu trânsito. A necessidade de se aumentar a oferta de transporte público de qualidade em substituição aos carros de passeio tem sido um dos objetivos de governos para desafogar as vias e melhorar a mobilidade urbana.

29.03.12

Márcio Teles

Assessoria de Imprensa do Metrofor

Márcio Teles ( marcio.teles@metrofor.ce.gov.br / 85 3101.7115)

Twitter: @metrofor