Cid Gomes se reúne com representantes de movimentos rurais

19 de Abril de 2012

O governador Cid Gomes recebeu nesta terça-feira (17), no Palácio da Abolição, representantes do movimento rural no Estado. O Governador ouviu as demandas dos agricultores e anunciou a desapropriação de quatro propriedades de interesse público, no valor total de R$ 788 mil, a liberação do decreto para 2.300 quintais produtivos no valor de R$ 5,25 milhões, recursos para construção em escolas nos assentamentos no valor de R$ 489 mil e R$ 300 mil para uma adutora em assentamento no município de Madalena, no Sertão Central.

Durante a audiência, os representantes do movimento destacaram a falta de chuvas durante o período, o que deverá comprometer a produção e o abastecimento de água das comunidades. Cid Gomes disse que viabilizará com os demais governadores de estados do Nordeste para uma reunião nos Ministério da Integração Nacional e do Desenvolvimento Agrário  ações para atenuar os efeitos da estiagem prolongada.

“Até o fim deste ano, vamos iniciar as obras do Cinturão das Águas. É um projeto de vários anos e que garantirá água para 99% da população do Ceará. O nosso objetivo e tornar possível a convivência com o período de estiagem”, disse o Governador. Ele também destacou que o Estado está concluindo a entrega de 49 mil cisternas de placa e que mais 33 mil delas serão construídas até o fim deste ano, e ainda 1.000 kits de irrigação, 1.500 sistemas de abastecimento de água e perfuração de 36 poços em assentamentos rurais.

O Governador anunciou ainda que neste ano será assinada uma nova etapa do Projeto São José, junto ao Banco Mundial, que representa US$ 100 milhões e mais US$ 50 milhões em recursos do Estado. “São 270 milhões de reais para a garantia hídrica e aquisição de tratores para os agricultores familiares”, garantiu Cid Gomes.

Habitação

Sobre a construção de moradias para os agricultores da área urbana, o Governador assegurou que até o dia 15 de maio será iniciado o canteiro de obras para a construção do “Cidade Jardim”, nas proximidades do Conjunto José Walter. No total serão mais de 5 mil unidades habitacionais, sendo que 1.100 unidades serão destinadas aos agricultores. O projeto faz parte do programa Minha Casa, Minha Vida que conta como parceiros o Governo Federal (Caixa Econômica Federal) e iniciativa privada e que tem o Governo do Estado como mediador. 0 Governador assegurou ainda recursos para a construção de 300 casas destinadas aos assentados em Crateús.

Participaram da reunião os secretários Nelson Martins (Desenvolvimento Agrário), Camilo Santana (Cidades),  Izolda Cela (Educação) e do líder do Governo na Assembléia Legislativa, Antônio Carlos.

17.04.2012

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil ( comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)