Especialização formará profissionais para Gestão Clínica no SUS

23 de Abril de 2012

Fortaleza é uma das dez regiões de saúde contempladas na etapa inicial do Projeto Gestão da Clínica no SUS, proposto pelo Hospital Sírio-Libanês e aprovado pelo Ministério da Saúde para a captação de profissionais vinculados ao Sistema Único de Saúde. O Projeto visa melhorar a qualidade da atenção à saúde e da segurança do paciente.  Em parceria com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), o Sírio-Libanês oferecerá a partir de agosto, e com duração de um ano, três cursos de Especialização para turmas de 48 alunos: Gestão da Clínica nas Regiões de Saúde, Regulação em Saúde no SUS e Educação em Saúde para Preceptores do SUS.

Com a reorganização da gestão o SUS a partir da consolidação da atenção regionalizada, municípios vizinhos deverão se organizar para ofertar atendimento de saúde às suas populações. Cada uma das 419 regiões identificadas em todo o país deverá ter condições para realizar desde consultas de rotina até tratamentos complexos. Caso não haja capacidade física instalada naquela região para a execução de determinado procedimento, os gestores daquela rede têm de fechar parceria com outras regiões, que atenderão sua demanda. O projeto do Sírio-Libanês vai formar pessoal para o desenvolvimento e aplicação de ferramentas e dispositivos de gestão da clínica nos serviços do SUS.

A Secretaria da Saúde do Estado e a Escola de Saúde Pública (ESP-CE) definirão, junto com os municípios, os critérios de participação e a forma de seleção dos interessados em participar dos cursos de Especialização do Projeto Gestão da Clínica no SUS.

23.04.2012

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 – 5221)