Palestras, workshops e mostra tecnológica estão na programação do INOVA CEARÁ

3 de julho de 2012

Nos dias 4 e 5 de julho, no Hotel Vila Galé, em Fortaleza, será realizado o VIII Seminário de Gestão da Inovação – INOVA CEARÁ 2012, com o objetivo de estimular a inovação nas empresas cearenses. O evento é uma promoção do Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (Indi), ligado à Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), e conta com o apoio institucional da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece).

A Secitece irá participar na Mesa de Debates sobre a palestra “Ecossistemas de Inovação”, no dia 4 de julho, às 9h30min. De acordo com o secretário-adjunto da Secretaria, Almir Bittencourt, um dos objetivos principais do evento é estimular a discussão sobre o processo de inovação, com vistas ao estabelecimento de estratégias para a sua institucionalização.

O INOVA quer ainda incentivar a interação das universidades com as empresas. “Um dos pontos é a identificação das instituições que fazem inovação no Estado, visando aproximá-las com o setor produtivo. Busca-se ainda formas de articulação para que elas possam trabalhar com vistas ao beneficiamento de setores estratégicos para o desenvolvimento do Ceará”, explica Bittencourt, que também integra o Comitê Executivo da Universidade Empresa (Uniemp), criado com o apoio da FIEC para discutir o fortalecimento da cooperação universidade-empresa para a inovação no Estado.

Dois dos setores em que já existe um processo de inovação e que são importantes para a execução dos projetos estruturantes no Ceará é o da eletrometal-mecânica e o da construção civil.

Na oitava edição, o INOVA irá reunir os atores do processo de inovação – poder público, academia e setor produtivo – em torno de uma programação diversificada de palestras, workshops, mostra tecnológica de produtos, serviços e processos inovadores e apresentação de cases de sucesso. Ideias e projetos inovadores terão espaço reservado na programação. Uma equipe de mentores estará disponível para orientar os interessados em informações sobre como aumentar a chance de êxito em um novo negócio no formato startup – empresas de baixo custo, com atividades ligadas a pesquisas e com ideias inovadoras.

Como parte da programação da edição 2012 do INOVA, o INDI homenageará com o Troféu INOVA 2012 um cearense que contribuiu decisivamente para o desenvolvimento brasileiro por meio da inovação: o marechal Casimiro Montenegro Filho. O marechal, cearense, faleceu em 2000, foi criador do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e do Centro Técnico de Aeronáutica (atual Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da Força Aérea Brasileira) e é patrono da área de engenharia da Força Aérea Brasileira e da Academia Nacional de Engenharia.

Também durante o INOVA será lançado o Movimento Inova Ceará – Um jeito de pensar na frente. O movimento englobará uma série de ações de fomento à inovação envolvendo o poder público, instituições de ensino, setor produtivo e entidades de fomento à tecnologia.

O diretor da Financiadora de Estudos e Projetos – FINEP, Carlos Ganem; o reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica – ITA, Carlos Pacheco e o diretor adjunto de Educação e Tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Sérgio Moreira, são os destaques da programação.

Startups – Empresas essencialmente inovadoras, de baixo custo, de rápido retorno financeiro serão destaque no INOVA 2012, que realizará o 2° Seminário Cearense de Startups. Voltado ao meio empresarial e acadêmico, o Seminário discutirá a importância das startups e também irá trazer cases de sucesso de empresas brasileiras e da israelense Kyron Systems.

Também durante o INOVA, será lançado o INOVA Ceará Startups, em parceria com a CNI, um programa de ações de fomento à inovação. Entre as ações já em andamento, há o projeto Apóstolos da Inovação, que reunirá estudantes do ITA e de faculdades cearenses para, juntos, pesquisarem o setor industrial cearense, durante o mês de julho.

Inovação em números – A Pesquisa de Inovação Tecnológica (Pintec 2008) divulgada em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) traz resultados expressivos sobre inovação no Ceará e no Brasil. Cerca de 100 mil empresas foram pesquisadas, dessas 2.085 cearenses. Entre as empresas cearenses pesquisadas, 59,7% inovaram em suas atividades. Número não muito distante dos 61,9% registrados nas empresas de todo Brasil.

Quanto à caracterização das Inovações em Produtos, 57% dos produtos das empresas cearenses são novos para a empresa mas já existentes no mercado nacional; 1,3% são novos para o mercado nacional, mas já existentes no mercado mundial e apenas 0,5% são inovadores em todo o mundo. Nesse aspecto, as empresas brasileiras, de modo geral, lançam mais produtos desconhecidos do mercado mundial, mas presentes no nacional. 50, 8% dos produtos são novos para a empresa, mas já existentes no mercado nacional; 8,4% são novos para o mercado nacional mas já encontrados no mercado mundial e 0,7% são novidades em todo o mundo. Na inovação de processos, as empresas cearenses encontram-se no mesmo patamar que a média das empresas brasileiras quanto a produtos inovadores em termos mundiais.

Os gastos com atividades inovadoras das empresas cearenses superaram, em porcentagem, os gastos das empresas brasileiras em aquisição de máquinas e equipamentos, aquisição de software e introdução das inovações tecnológicas no mercado.  As média das empresas brasileiras superou as cearenses em áreas de treinamento, projetos industriais e preparações técnicas, aquisição de outros conhecimentos externos, atividades internas de Pesquisa e Desenvolvimento, aquisição externa de Pesquisa e Desenvolvimento.

Quanto aos profissionais envolvidos com inovação em empresas, a pesquisa apontou o nível de qualificação dos cearenses e da média brasileira. No Ceará, 17,8% dos profissionais envolvidos com inovação nas empresas são graduados. A porcentagem de pós-graduados é de apenas 1,6% e a de nível médio, 11%. A média brasileira para todas essas porcentagens são maiores. Os graduados são 51,7%, os pós-graduados 9,1% e os profissionais com nível médio 27,7%.

Serviço
VIII Seminário de Gestão da Inovação  – INOVA CEARÁ 2012
Data: 4 e 5 de julho, das 8h30min às 17h30min
Local: Hotel Vila Galé (Av. Dioguinho, 4189, Praia do Futuro)
Inscrições: www.seminarioinova.com.br

 

03.07.2012

Assessoria de Imprensa da Secitece

Simplícia Sinibaldi