Governo do Estado investe R$ 3,5 milhões em nova cadeia pública no Crato

20 de julho de 2012

“O Governo do Estado do Ceará tem tentado resgatar uma dívida histórica com o sistema penal brasileiro e, para isso, tem investido em novas cadeias públicas e casas de detenção provisória no Estado” a declaração da secretária de Justiça e Cidadania Mariana Lobo aconteceu na manhã dessa sexta-feira (20), durante solenidade de inauguração da nova cadeia pública do Crato, na região do Cariri.

Na ocasião, Mariana Lobo afirmou que até o final do ano também será inaugurada a cadeia de Jati, e que uma nova cadeia pública para Juazeiro do Norte já está sendo licitada. Além disso, o passo mais importante que foi dado no Cariri, segundo a Secretária, foi a criação de uma célula da Secretaria da Justiça que funciona em Barbalha e vai coordenar todo o sistema penitenciário do Cariri, fazendo com que o Governo fique mais próximo da administração na Região. Mariana ressaltou ainda os investimentos feitos pelo Estado, em que foram abertas mais de 3.300 vagas, além das políticas públicas de ressocialização dos internos para o convívio com a sociedade.

Para o coordenador do sistema penal do Estado, Bento Laurindo, o Governo do Estado tem procurado desafogar as unidades prisionais. “A partir de agora, o Cariri terá grandes avanços com a criação dessas novas unidades e da célula da Sejus”, afirmou. A nova Cadeia Pública do Crato conta com aproximadamente 1.845,81 m² de área construída com dois blocos principais: um administrativo e outro de vivências. No bloco administrativo estão localizados os espaços da direção, da coordenação de educação, da assistência social, além de espaços para a vistoria de detentos, refeitório,  prontuário, identificação de visitas e de detentos e alojamentos de agentes penitenciários e de policiais militares. Além disso, a Defensoria Pública Estadual também terá local reservado para atendimentos. Neste bloco também estão localizados os departamentos de Tecnologia da Informação e de Circuito Fechado de TV (CFTV). Foram R$3,5 milhões investidos entre construção e aquisição de equipamentos.

No bloco de vivências estão 12 celas coletivas masculinas com nove vagas cada, quatro celas de isolamento masculinas com duas vagas cada, duas celas coletivas femininas com nove vagas cada, uma cela de isolamento feminino, com 2 vagas. O espaço ainda conta com solário, pátio livre, salas de aula, consultório médico, consultório odontológico, enfermaria, sala multiuso, refeitório e lavanderia.

Com a perspectiva da ressocialização, a unidade contará ainda com espaço para a implantação da oficina do Projeto Pintando a Liberdade, onde os detentos fabricarão bolas para serem distribuídas a escolas municipais, incentivando também a prática esportiva.

A solenidade ainda contou com a presença do secretário executivo da Sejus Marcelo Holanda, do Juiz de Execuções Penais de Juazeiro do Norte Péricles Galvão, do Comandante da 5° Cia de Polícia do Crato Capitão Luciano Rodrigues, da Reitora da Urca Otonite Cortez e autoridades locais.

 

20.07.2012

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil – 85 3466.4898
Bruno Morais – Cariri