Castelão: Obras ultrapassam 83% de conclusão

10 de agosto de 2012

Há pouco menos de dois anos para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 TM a obra de reforma e modernização do estádio Plácido Aderaldo Castelo, Castelão, o Estádio mais avançado para a Mundial, segue em ritmo acelerado. A previsão é que a Arena seja concluída ainda em dezembro deste ano, quando se tornará a maior do Norte/Nordeste e uma das quatro maiores do Brasil. Com o cronograma de execução avançado, mais de 83% do projeto está concluído. Os dados são do último relatório de execução do Consórcio Construtor, formado pelas empresas Galvão Engenharia e Andrade Mendonça.

Um dos destaques do projeto da Arena Castelão é a nova coberta. Com tecnologia inovadora, a estrutura terá um revestimento que vai proporcionar uma sensação térmica mais agradável por suportar os índices de insolação do Nordeste brasileiro, não absorvendo calor e permitindo a circulação de ar dentro do estádio. Também terá um isolamento acústico, o que melhora o acompanhamento dos jogos pela torcida e a transmissão dos jogos.
Neste mês de agosto os trabalhos da montagem da coberta do Estádio Plácido Aderaldo Castelo, Castelão, entram em nova fase. Cerca de 70% das tesouras treliçadas já foram colocadas. Após a conclusão da instalação dos 60 pilares de sustentação, trinta jogos da nova estrutura estão sendo lançados. As peças são montadas em um vão de balanço de 50 metros e cada uma chega a pesar 28 toneladas.

Coberta_Castelo2Nos próximos dias, a coberta ganhará as telhas metálicas do tipo sanduíche, composta por duas faces de metal e enchimento de espuma isolante. De acordo com dados do Consórcio Construtor, formado pelas empresas Galvão Engenharia e Andrade Mendonça, aproximadamente 20% da coberta será composta de policarbonato para propiciar um degrade de sombreamento ideal para melhorar a qualidade de transmissão televisiva, bem como a insolação do gramado.

O projeto de cobertura foi concebido com o intuito de garantir conforto ao público presente proporcionando 100% dos assentos cobertos. O tipo de cobertura com telhas trapezoidais cobertas por uma camada espessa de isolante térmico com um acabamento superior de membrana TPO foi escolhido por proporcionar um ótimo conforto térmico aos espectadores. Para garantir a segurança da estrutura, em julho de 20114 o projeto passou por testes no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), em São Paulo, onde foram realizadas medições sobre o impacto dos ventos sobre a cobertura.

 

Destaques

Outras mudanças arquitetônicas do Castelão que terão impacto positivo para os torcedores já estão prontas. O campo de jogo foi rebaixado em quatro metros e a distância o anel inferior para o gramado caiu dos antigos 40 metros para apenas 10 metros. Essas alterações vão permitir que todas as pessoas que forem à eventos realizados na Arena Castelão possam ter 100% de visibilidade de todo o campo.

Ao todo, estão sendo investidos recursos da ordem de R$ 518,6 milhões que incluem todas as transformações do estádio e entorno com a construção da praça de acesso de 57 mil metros quadrados; estacionamento coberto para 1.900 veículos; edifício Fares Cândido Lopes, sede de dois órgãos estaduais; e a operação do estádio por oito anos, que irá cobrir todas as despesas com água, telefonia, esgoto e pessoal de manutenção e conservação. A obra do Castelão já chegou a gerar mais de 2 mil empregos diretos e conta atualmente com cerca de 1.600 colaboradores.

 

10.08.2012

Assessoria de Comunicação da Secopa 2014

http://www.secopa.ce.gov.br/index.php/sala-imprensa/43735-castelao-obras-ultrapassam-83-de-conclusao-