Rio Maranguapinho: projeto concorre ao prêmio ANA 2012

5 de dezembro de 2012

O Projeto Rio Maranguapinho executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria das Cidades, está entre os finalistas do Troféu Prêmio ANA 2012. A premiação ocorre nesta quarta-feira (05), às 19h30min, no Teatro da Caixa Cultural, em Brasília. A Agência Nacional de Águas (ANA), nesta edição, reconhece as melhores práticas em oito categorias: Água e Patrimônio Cultural, Ensino, Empresas, Governo, Imprensa, ONG, Organismos de Bacia e Pesquisa e Inovação Tecnológica. O  Projeto Maranguapinho concorre pela primeira vez na categoria “Governo”.

Nesta edição, a ANA recebeu a inscrição de 363 trabalhos, marca que superou o recorde de 2010, quando 286 projetos participaram. Além disso, a localização dos finalistas demonstra o aspecto nacional da premiação, pois há trabalhos de todas as cinco regiões: Minas Gerais (4), Paraná (3), Rio Grande do Sul (3), São Paulo (3), Pernambuco (2), Santa Catarina (2), Sergipe (2), Bahia (1), Ceará (1), Distrito Federal (1), Mato Grosso (1) e Roraima (1).

Segundo a coordenadora de Projetos Especiais da Secretaria das Cidades, Lana Araújo, a participação do projeto Rio Maranguapinho, no prêmio nacional, é o reconhecimento do trabalho executado pelo Governo do Estado. “Participar do Prêmio ANA 2012 é ter a certeza de que estamos desenvolvendo uma boa execução do maior projeto urbanístico do País. O Maranguapinho, além de reurbanizar e resgatar as fontes naturais da Capital cearense, também tem o papel de conceder um novo estilo de vida para as mais de nove mil famílias que estão sendo beneficiadas diretamente com as “boas práticas” do Projeto”, ressalta Lana.

 

Projeto Maranguapinho

O projeto Rio Maranguapinho, considerado a maior intervenção urbana do País, está beneficiando cerca de 350 mil pessoas de Fortaleza e de Maracanaú. Estão sendo executadas obras de dragagem, construção de conjuntos habitacionais, urbanização das margens do rio e barragem de contenção para evitar as cheias do rio. Estão sendo investidos mais de R$ 400 milhões do Governo Federal, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e do Governo do Estado.

Com a conclusão do Projeto Maranguapinho um total de 9.422 famílias que moram nas margens do rio serão reassentadas. As famílias remanescentes nas proximidades do rio também serão beneficiadas com as obras de urbanização ao longo da extensão do rio, com a construção de vias paisagísticas, ciclovias, calçadão, nas duas margens, além da implantação de equipamentos de lazer.

 

05.12.2012

Assessoria de Imprensa da Secretaria das Cidades
comunicacao@cidades.ce.gov.br / 85 3207.5249 / @scidades