Primeira Etapa da ETA-Oeste beneficiará 220 mil pessoas

24 de dezembro de 2012

Mais de 220 mil pessoas beneficiadas de 16 localidades de Fortaleza e de Caucaia. Esse é o resultado do início das operações da primeira etapa da Estação de Tratamento de Água (ETA) – Oeste inaugurada nesta segunda-feira (24) pelo governador Cid Gomes. “Com a conclusão das duas etapas, em seis anos de governo, a capacidade de abastecimento de água aumentará 50% em relação a tudo que foi feito em toda a história do Ceará”, explicou o Governador.

Durante a inauguração, Cid Gomes destacou que na última sexta-feira (21) foi lançado o edital para a primeira etapa do Cinturão das Águas, que será a maior obra hídrica do Ceará.  Por meio de um sistema gravitacional – sem utilização de energia elétrica -, um conjunto de canais circundará todo o Estado. “Esse primeiro lote compreende 150 quilômetros, passa pelo Cariri, Centro-Oeste e vai manter o açude Orós. O valor é de R$ 1,6 bilhão, sendo que a União já garantiu R$ 1,1 bilhão, creio que esse valor vai baixar durante a licitação. Esse trecho será inaugurado em dezembro de 2014. Estamos cuidando para que o Interior tenha garantia hídrica que é essencial para a vida humana, a economia e o turismo”, ressaltou Cid Gomes. As propostas serão abertas em 5 de fevereiro.

O prefeito de Caucaia, washington Góis, agradeceu a parceria entre o município e o Governo do Estado. “Não é só a estação de tratamento  de água, é UPA, escola profissionalizante, policlínica, Centro de Treinamento Técnico Corporativo… São obras que estão mudando a história de Caucaia”, disse o prefeito. Estiveram presentes também na inauguração o secretpario especial dos Portos, Leônidas Cristino; o deputado federal Chico Lopes; os secretários Camilo Santana (Cidades), César Pinheiro (Recursos Hídricos), Adail Fontenele (Infraestrutura), Nelson Martins (Desenvolvimento Agrário), Fernando Oliveira (Progurador Geral), Quintino Vieira (superintendente do DAE), André Facó (diretor de operações da Cagece).

A obra da ETA Oeste é dividida em duas etapas, sendo executadas através da Secretaria de Recursos Hídricos do Estado e Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Nesta primeira etapa, a estação irá operar com uma capacidade de 700 litros de água por segundo, podendo chegar até um total de 1.500 l/s. O total do investimento nas duas fases é de R$ 171.430.593,96

Após a conclusão das etapas, a Estação de Tratamento de Água Oeste significará maior segurança hídrica para toda a população da Capital, Caucaia, Maracanaú e Eusébio, pelos próximos 30 anos. No início do ano, a presidenta Dilma Rousseff visitou as obras da ETA Oeste.

Ficha Técnica – Estação de Tratamento de Água Oeste

Localização: Conjunto Araturi – Caucaia

Objetivo: Garantir maior segurança hídrica para os municípios de Fortaleza, Caucaia, Maracanaú e Eusébio pelos próximos 30 anos.

Valor do investimento primeira etapa: R$ 31.936.004,08 (Governo Federal – R$ 9.886.004,45 e Estadual – R$ 22.049.999,93).

População beneficiada: cerca de 220 mil pessoas (Em Caucaia: Centro, Conjunto Nova Metrópole, Araturi, Jurema, Tabapuá, Potira, Parque Albano e as praias Icaraí, Iparana e Pacheco. Em Fortaleza: Floresta, Conjunto Ceará, Pici, Henrique Jorge, João XXIII, Joguei Clube).

Capacidade: 700 litros de água por segundo, podendo chegar até um total de 1.500 l/s.

Valor do investimento segunda etapa: R$ 139.494.589,88 (empréstimo junto ao BNDES e Tesouro do Estado).

População Beneficiada: 1,2 milhão de pessoas.

 

Eta1 Eta2

 

24.12.2012

Assessoria de Imprensa da Cagece

Sabrina Lemos ( sabrina.lemos@cagece.com.br / 85 3101.1826 – 8878.8932)