Socióloga Irlys Barreira lança livro no Dragão do Mar

28 de janeiro de 2013

O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura realiza nesta quarta-feira (30), às 20 horas, o lançamento do livro “Cidades Narradas: memória, representações e práticas de turismo”, de autoria da socióloga Irlys Barreira. Na ocasião, a autora participará de um bate-papo com a plateia e discutirá o tema com o arquiteto e urbanista Fausto Nilo.

A partir de um estudo de campo em quatro destinos turísticos, Lyon, Berlim, Lisboa e Fortaleza, a pesquisadora aborda as pluralidades de expressões e narrativas desses espaços urbanos, expressas nos guias, catálogos, postais, roteiros ou nos discursos de seus moradores e visitantes.

 

Sinopse

As cidades e suas histórias. Lugares para se conhecer, traçados, vias e circuitos. Não obstante a economia dos tempos modernos que prioriza a rapidez e precisão do conhecimento nas práticas de viagem, as narrativas sobre cidades vem perdurando ao longo dos anos.  Uma sociologia ou antropologia das narrativas volta-se para entender como elas se relacionam com atores sociais, mentalidades, contextos sócio-históricos e visões de mundo que emergem na apresentação de cidades.

O livro Cidades Narradas analisa o modo como algumas cidades se dão a conhecer (Fortaleza, Lyon, Lisboa e Berlim), incorporando dimensões de espaço e tempo que aparecem em discursos voltados para visitantes e moradores, rituais de visitação, formas variadas de consagração de lugares e monumentos. As narrativas não se desvinculam de profissionais do urbanismo e arquitetos que imprimem marcas na cidade por meio de intervenções espaciais.

Os guias turísticos, catálogos, cartões postais, roteiros de visitação e profissionais que exercem o trabalho de apresentar lugares servem de referência à compreensão da cidade com seu conjunto de narrativas. A prática de rituais que imprimem a valorização de lugares, monumentos e museus cumpre a função de condensar e validar elementos do chamado patrimônio urbano.

Cada cidade abriga marcas de experiências permeadas de imaginários que se integram aos rituais de visitação e turismo. Os guias e catálogos podem ser vistos como modos específicos de “contar a história da cidade” e firmar elos entre o passado e o presente.

As narrativas são também permeadas de conflitos e tensões que atravessam o conjunto de imagens e interesses dos diferentes atores que vivem dentro e fora das cidades. Expressam encontros e desencontros entre cidade real e cidade imaginada.

Serviço: Lançamento do livro “Cidades Narradas: memória, representações e práticas de turismo”.
Data: 30 de janeiro de 2013
Local: Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura
Mais informações: (85) 3488.8625 / 87338829.

 

28.01.2013

Assessoria de Comunicação do IACC
Luciana Vasconcelos ( imprensa@dragaodomar.ce.gov.br / 85 3488.8625 – 87338829)
Twitter: @_dragaodomar
www.facebook.com/dragaodomar