Governador se reúne com Câmara Setorial do Camarão

5 de Fevereiro de 2013

O governador Cid Gomes recebeu nesta terça-feira (05), no Palácio da Abolição, a Câmara Setorial do Camarão, órgão consultivo ligado à Agência de Desenvolvimento Econômico (Adece) do Governo do Estado. No encontro foram discutidas estratégias para fomentar e ampliar a produção e exportação do crustáceo produzido em abundância no Ceará e também o combate à importação que afeta a produção local.

 

Câmara Setorial do Camarão

A criação de uma câmara setorial destinada ao segmento da carcinicultura reforça a importância que o Governo do Estado do Ceará destina ao setor, que possui grande potencial para contribuir com o desenvolvimento da economia cearense. A Câmara é um importante ambiente institucional, no qual os empresários e o governo têm a oportunidade de dialogar acerca das sugestões, propostas e projetos para melhorar a atividade no Ceará. No Ceará, 180 fazendas atuam no segmento de produção de camarão, gerando aproximadamente 10 mil empregos diretos nos polos de produção de Acaraú, Coreaú, Mundaú-Curu, Baixo e Médio Jaguaribe.

As Câmaras Setoriais são órgãos de caráter consultivo compostos por representantes das entidades privadas envolvidas, organizações não-governamentais e órgãos públicos e privados relacionados aos respectivos segmentos. Os integrantes das Câmaras atuarão em conjunto, visando à identificação de dificuldades e à proposição de sugestões que contribuam para o desenvolvimento das atividades produtivas no Ceará.

Compõem a Câmara Setorial do Camarão a Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri), Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Assembleia Legislativa – Comissão de Agropecuária, Recursos Hídricos e Minerais, Associação Cearense de Criadores de Camarão (ACCC), Associação dos Engenheiros de Pesca do Estado do Ceará (AEP/CE), Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec), Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), Polo de Produção Baixo Acaraú, Polo de Produção Baixo Jaguaribe, Polo de Produção Coreaú, Polo de Produção Médio Jaguaribe, Polo de Produção Mundaú-Curu, Representante do Setor de Insumos, Representante do Setor de Máquinas e Equipamentos, Representante do Setor de Produção de Pós-Larvas, Secretaria de Pesca e Aquicultura do Estado do Ceará (SPA), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará (Sebrae), Sindicato das Indústrias de Frio e Pesca do Estado do Ceará (Sindifrios), Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), Superintendência Federal de Agricultura/Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SFA/Mapa) e Universidade Federal do Ceará (UFC)/Instituto de Ciências do Mar (Labomar)

 

05.02.2013

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br – 85 3466.4898