Adutora emergencial garante abastecimento de Crateús

19 de agosto de 2013

O governador Cid Gomes visitou na última sexta-feira (16) a adutora emergencial que abastece o município de Crateús, no Sertão de Crateús.  A obra executada pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh),  garante o abastecimento hídrico para o município. A adutora emergencial de engate rápido tem infraestrutura hídrica de 13 km e leva água do açude Carnaubal até a estação de tratamento de água. Cerca de 70 mil pessoas são beneficiadas.  “Essa região é a que tem o maior déficit hídrico do Estado. Hoje, o acúmulo de água do Ceará é de 43%. Nessa região, não chega a 17%.  Esse açude aqui costumava ter uma capacidade boa de água, o Carnaubal. Tivemos que fazer uma operação de guerra. Foram abertas as comportas de um açude montante, que se chama Flor do Campo, no município de Novo Oriente, e agradeço a compreensão da população de dividir o pouco do que tem com quem precisa”, explicou o Governador.

A operação desenvolvida pela Cogerh para garantir segurança hídrica ao município de Crateús, distante 360km de Fortaleza, incluiu, além da construção da adutora emergencial de montagem rápida ligando o açude Carnaubal à estação de tratamento de água de Crateús, a limpeza e desobstrução do leito do Rio Poty e a transferência da água do açude Flor do Campo para o açude Carnaubal.

Prevista para chegar em 28 dias ao município de Crateús, a água liberada do açude Flor do Campo em direção ao açude Carnaubal chegou em apenas 12 dias de operação. Na manhã no último dia 10, por volta das 5h30min, a água liberada do açude Flor do Campo no dia 29 de julho chegou ao município de Crateús. A chegada da água ao açude Carnaubal em tempo menor do que o estimado no planejamento inicial foi consequência do trabalho desenvolvido pela Companhia durante toda a operação. Diversas ações foram realizadas nos últimos meses, entre as quais estão a desobstrução do curso e a regularização do leito do Rio Poty, o janelamento de passagens molhadas e a regularização e fiscalização dos usuários ao longo do percurso do rio, ação que teve como objetivo minimizar as perdas no trecho perenizado.

Com a conclusão da adutora e a chegada da água no açude Carnaubal, a Cogerh deu início, ainda no dia 10, à operação assistida do sistema hídrico. Na operação de transferência hídrica do açude Flor do Campo para o Carnaubal serão liberados cerca de 7 milhões de metros cúbicos, volume suficiente para garantir o abastecimento de Crateús até fevereiro de 2014 e para manter uma reserva no açude Flor do Campo suficiente para abastecer o município de Novo Oriente até dezembro de 2014, mesmo na hipótese de ocorrência de reduzida precipitação nesta região na quadra chuvosa do próximo ano, comparável à seca de 2012.

Toda a operação foi planejada durante dois meses e iniciada após uma série de encontros entre representantes do poder público e da sociedade civil organizada. A transferência hídrica tem a supervisão da Secretaria dos Recursos Hídricos do Estado do Ceará – SRH e foi aprovada pelo Comitê da Bacia Hidrográfica dos Sertões de Crateús e pelo Conselho Estadual dos Recursos Hídricos  (Conerh).

Estão envolvidos na operação técnicos da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), da Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra), da Companhia de Água e Esgoto do Estado do Ceará (Cagece), do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) e hidrólogos da Universidade Federal do Ceará (UFC).

 

19.08.2013

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br – 85 3466.4898