Secretários municipais de Cultura e Educação debatem Projeto Agentes de Leitura

29 de Janeiro de 2014

Secretários municipais de Cultura e Educação debatem Projeto Agentes de LeituraSecretários de Cultura e Educação dos 46 municípios do Ceará onde o Projeto Agentes de Leitura estará presente em 2014 foram convidados para uma reunião no Auditório da Secretaria da Cultura do Estado nesta quarta-feira (29). O objetivo da Coordenação de Política do Livro e da Leitura da Secult é reforçar junto aos secretários a importância do projeto e oferecer a eles as orientações e os esclarecimentos necessários.

Durante a reunião, os gestores municipais serão informados sobre as competências dos municípios na execução do projeto e assinarão um Termo de Responsabilidade, assumindo compromissos para o bom desempenho das ações. “Vamos deixar claro qual o papel da Secult e o que compete às secretarias municipais, como parceiras. O projeto começa na Secult, mas a ponta é nos municípios. Os secretários precisam nos apoiar em uma série de ações para que o projeto dê certo”, observa a coordenadora de Política do Livro e da Leitura da Secult, Concy Beserra.

O encontro com os secretários é oportuno e estratégico, uma vez que as capacitações para os 237 agentes de leitura, selecionados em dezembro de 2013, começarão já na próxima segunda-feira (3). O processo de preparação dos novos agentes é realizado no próprio município onde eles moram e vão atuar. Uma equipe da Secult se desloca a cada cidade para oferecer a formação aos futuros agentes. Durante a formação, eles recebem kits de livros que serão utilizados nas atividades em campo. O projeto disponibiliza também bicicleta, mochila, camiseta, boné, protetor solar e complementação de renda em valores diferentes de acordo com a função exercida no projeto.

“Estamos comprando, a um valor de R$ 222 mil, livros de várias editoras. São 280 exemplares de cada título, contemplando nove editoras do Ceará”, explica Concy Beserra. Enquanto o processo de compra dos novos livros está em andamento, as capacitações vão começar com o fornecimento de kits menores, reunindo livros do acervo da Secult, comprados, doados ou provenientes de contrapartida do Mecenato estadual – empresas que apoiam programas ou projetos culturais por meio de renúncia fiscal – ou de outros editais lançados pela Secretaria. Cada um desses kits menores terá 46 títulos e tantas oportunidades de aprendizado.

Na companhia dos agentes de leitura, o público assistido pelo projeto terá a oportunidade de se deparar com autores que trazem em suas obras ilustres cearenses da nossa arte e cultura – de “Patativa do Assaré: ave poesia”, título de Evaristo Geraldo em homenagem ao poeta popular do Cariri que recebeu cinco títulos de doutor honoris causa, a “Rachel de Queiroz: a dama do romance”, de Rouxinol do Rinaré, sobre a escritora nascida em Fortaleza, primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras.

O cantador, violeiro e repentista que nasceu no Crato, mas adotou Quixadá como cidade, protagoniza o cordel “Peleja de Cego Aderaldo com Zé Pretinho do Tucum”, de Firmino Teixeira do Amaral. O cantor e compositor Luiz Gonzaga é retratado por Arievaldo Viana em “Luiz Gonzaga:o embaixador do sertão”, mas também por Klévisson Viana em “O centenário de Luiz Gonzaga, o rei do Baião”. Aliás, entre outros títulos, Klévisson ainda presenteia os leitores com “Aldemir Martins: cores e traços”, uma homenagem ao artista plástico natural de Aurora, e “Dom Quixote em cordel”, uma versão para a saga do cavaleiro andante e sonhador escrita por Miguel de Cervantes. Muitos agentes de leitura podem até nem saber da belíssima história do valente cavaleiro, mas, assim como o personagem principal de um dos clássicos da leitura mundial, eles encarnam, nas devidas proporções, um pouco do idealismo de Dom Quixote.

Criado em 2006, o Projeto Agentes de Leitura tem um histórico de experiências exitosas, reconhecido pelo Ministério da Cultura e adotado em vários estados. É um projeto que tem chegado aos lugares mais distantes, levando leitura e conhecimento, criando perspectivas, transformando realidades. “Quando se amplia o acesso ao livro, você abre uma janela enorme para o mundo. Consciência pessoal, profissional, social, política, tudo isso, a gente só consegue enxergar através da leitura. Daí a grande importância desse projeto”, destaca Concy Beserra.Mediadores de leitura, articuladores, formadores e coordenadoresO edital para 2014 do Projeto Agentes de Leitura do Ceará envolve R$ 1.270.000,00, oriundos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop). A complementação de renda para o desenvolvimento das atividades varia de R$ 400,00 a R$ 1.800,00 mensais. Dos 237 agentes de leitura selecionados, 227 vão atuar como mediadores de leitura, nove como articuladores e um como coordenador.- Bolsa Agentes de Leitura – o valor de R$ 410,00 é destinado aos Agentes de Leitura que atuarão como mediadores de leitura junto a 25 (vinte e cinco) famílias de sua comunidade e devidamente inscritas no Cadastro Único do Governo Federal.

– Bolsa Agentes de Leitura Articuladores – o valor de R$ 1.140,00 é destinado aos Agentes de Leitura Articuladores que atuarão como co-coordenadores das atividades dos Agentes de Leitura supracitados, assim como também para apoiar os representantes municipais do Projeto, sendo-lhe atribuída a atuação junto às 7.000 (sete mil) famílias e 280 agentes.

– Bolsa Agente de Leitura Formador – o valor de R$ 1.800,00 é destinado ao Agente de Leitura Formador para planejamento e acompanhamento das atividades e dos indicadores de resultados do projeto. Contrapartida municipal.

– Bolsa Agentes de Leitura Coordenador – o valor de R$ 1.800,00 é destinado ao Agente de Leitura Coordenador para o exercício da coordenação técnica do projeto.

Municípios contemplados em 2014

Abaiara
Acopiara
Aiuaba
Altaneira
Antonina do Norte
Ararendá
Assaré
Boa Viagem
Cariré
Caririaçu
Cariús
Caucaia
Chaval
Choró
Croatá
Deputado Irapuan Pinheiro
Farias Brito
Ibaretama
bicuitinga
Independência
Ipaporanga
Itapiúna
Itatira
Jaguaretama
Martinópole
Mauriti
Milhã
Miraíma
Morrinhos
Novo Oriente
Parambu
Poranga
Porteiras
Potengi
Quiterianópolis
Quixelô
Reriutaba
Saboeiro
Salitre
Santana do Acaraú
Santana do Cariri
São Gonçalo do Amarante
Senador Sá
Tarrafas
Uruoca
Viçosa do Ceará

29.01.2014

Assessoria de Comunicação da Secult

Dalwton Moura / Raimundo Madeira / Sonara Capaverde (imprensa@secult.ce.gov.br / 85 3101.6761)