Qualidade de vida: fogões sustentáveis eliminam poluição da casa de sertanejos

7 de Janeiro de 2015

Mais de 3,5 mil famílias cearenses deixaram de conviver com a fuligem gerada por fogões a lenha dentro de casa no ano passado. Esse foi o número de lares beneficiados com a distribuição, pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria das Cidades, de fogões sustentáveis, em 38 municípios das diversas regiões do Estado. No total, deverão ser distribuídos 16 mil fogões entre as famílias inscritas no Cadastro Individual de Beneficiários (Cadib, disponível na página eletrônica da Secretaria das Cidades). Os recursos do projeto são do Fundo de Combate à Pobreza – Fecop.

No total, mais de 12 mil pessoas deixaram de conviver diariamente com a fumaça dos fogões a lenha tradicionais. Antes da entrega, todos os beneficiados recebem capacitação, na qual aprendem como manusear e aproveitar todos os benefícios do novo equipamento. “É um momento gratificante, emocionante mesmo ver o entusiasmo das pessoas durante os treinamentos”, destaca André Bonates, coordenador do projeto. Segundo ele, outras 1,3 mil famílias já receberam o treinamento e estão prontas para receber o benefício.

 

Ganhos

Os fogões sustentáveis, além de elevar a qualidade de vida de famílias de sertanejos cearenses, possibilitam a queda no registro de problemas respiratórios devido à eliminação da emissão de fuligem nas cozinhas das famílias. “As pessoas saem de ambientes totalmente insalubres para outros mais arejados, com flagrante ganho de autoestima e até, em alguns casos, com geração de renda extra”, explica André Bonates.

É o caso de uma família do assentamento Palmares, em Crateús. Após abandonar o rudimentar fogão a lenha, a dona da casa passou a utilizar o fogão sustentável que recebeu do Governo do Estado através da Secretaria das Cidades, para “fazer um extra” com os cinco a seis bolos que faz por dia para vender. “A essas vantagens todas já mencionadas, acrescente-se que os equipamentos que nós distribuímos possuem fornos, coisa que os fogões tradicionais não contemplam”, lembra Bonates.

Outro ganho deriva do menor esforço empregado pelas famílias para obter a lenha. “Como os novos fogões consomem muito menos lenha com maior eficiência energética, o trabalho para obter a lenha para a semana, que podia durar até mais de um dia inteiro do trabalho, foi reduzido a poucas horas. Esse tempo pode ser empregado em outras atividades, como a criação de pequenos animais ou a agricultura”, relata Boantes.

 

Água Limpa

Os fogões sustentáveis são, de fato, um avanço na vida do sertanejo: além de ambientalmente mais moderno, pois reduz a quantidade de lenha a ser queimada sem perda da eficiência energética, a eliminação da fuligem no interior das residências, acaba por interferir positivamente na qualidade da água de beber dessa gente. “A fuligem, nos fogões tradicionais, se deposita nos telhados das casas. E é justamente o telhado, durante o inverno, a principal área de captação de água das chuvas para as cisternas que abastecem essas famílias”, explica Bonates.

Para controle oficial, os equipamentos já saem de fábrica com o brasão do Estado gravado e um número de série. “Desta forma, sabemos onde e com qual família está cada equipamento”, explica Bonates. Segundo ele, os fogões sustentáveis foram testados pela Fundação Núcleo de Tecnologia do Ceará (Nutec), com excelentes resultados.

“Os fogões sustentáveis apresentam eficiência energética 96% superior à dos fogões à lenha tradicionais e 20% superior ao modelo anterior trabalhado pela Secretaria”, comemora o gerente do projeto. Segundo ele, chega a ser comovente a alegria das famílias ao receberem o equipamento. “As pessoas fazem questão de tirar a foto ao lado novo fogão e logo tratam de desativar o antigo”, conta.

 

Cadib

Para receber um fogão sustentável a família interessada deverá se inscrever no Cadastro Individual de Beneficiários (Cadib). Para isso, basta acessar o site da Secretaria das Cidades (www.cidades.ce.gov.br/) e no canto superior direito no campo “serviços” clique no Cadastro Individual de Beneficiários – CADIB ou acesse o Google (www.google.com.br/) e digite no campo de buscas CADIB. Será o primeiro a aparecer.

 

07.01.2015

Assessoria de Comunicação da Secretaria das Cidades
Priscila Teixeira | Henrique Silvestre – 85 3207.5249
comunicacao@cidades.ce.gov.br