Obras do VLT serão retomadas com um novo plano de ações

9 de Abril de 2015

Foi mostrado, na manha desta quinta feira (9), o novo plano de ações para conclusão das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de Fortaleza. Durante apresentação a imprensa, o secretário da Infraestrutura do Estado, André Facó, fez o lançamento das novas licitações para a finalização das obras do ramal Parangaba-Mucuripe, além de detalhar o atual estágio dos trabalhos e as perspectivas para a conclusão.

Em entrevista coletiva, o secretário ressaltou como as obras impactarão nos serviços da cidade. “Normalmente, em todos os locais onde se receberam um veículo do porte do VLT, os moradores são impactados com a melhoria de infraestrutura e urbanística de sua localidade. Com isso, estão incluídos mais serviços públicos básicos como o acesso à água, esgoto e drenagem de forma mais adequada. Assim, esta obra vai propiciar com que essas famílias possam, além de se movimentarem melhor e mais rápido, ter vias de serviços que possam melhoras suas condições de vida e moradia”, destacou o secretário.

Dividida em três frentes, as obras do ramal serão retomadas utilizando o Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC), em que vence a proposta com o maior desconto sobre os preços orçados. Os trechos serão realizados de forma simultânea, sendo compreendidas: a passagem inferior da avenida Borges de Melo, no bairro de Vila União – com o prazo para conclusão de 12 meses; Estação Borges de Melo à Estação Parangaba e o Centro de manutenção – também com o prazo de 12 meses; e Estação Iate à Estação Borges de Melo – tendo o prazo de 18 meses.

VLT dentroO primeiro edital terá as propostas de preços entregues no dia 22 de abril, em reunião na Comissão Central de Licitações, da Procuradoria Geral do Estado (PGE). Os serviços estão orçados em 26.822.675,34 milhões. O segundo trecho será licitado no dia 23 de abril, estando orçado em R$ 48.392.895,00 milhões. Já a terceira licitação recebe as propostas no dia 24 de abril com o orçamento total de R$ 100.212.176,44 milhões.

“Nós tivemos uma preocupação em fazer este novo processo licitatório, pensando na ampliação de competitividade das empresas, além de suas capacidades em executar as obras com celeridade e total plenitude. Com essa divisão das frentes, poderão ser contempladas empresas específicas para cada tipo de obra realizada em cada trecho”, salientou o secretário sobre as novas condições em que está sendo feito o novo processo de licitação.

Saiba mais sobre o VLT

O VLT já tem 50% de avanço nas obras e, quando concluído, terá 12,7 quilômetros ligando o os bairros Mucuripe e Parangaba. Desta extensão total, serão 11,3 quilômetros em superfície e 1,4 quilômetros de trechos elevados. Este projeto visa a remodelação do ramal ferroviário Parangaba-Mucuripe, atualmente utilizado para transporte de carga, objetivando a utilização do mesmo para transporte de passageiros.

O Ramal Parangaba-Mucuripe atravessa 22 bairros, em uma área que concentra mais de 500 mil moradores de Fortaleza. A previsão de demanda potencial do novo modal é de 90.000 passageiros por dia.

O projeto prevê ainda a construção de três tipologias de estação, sendo elas: uma elevada (Parangaba), outra que fará a integração da Linha Leste do Metrô com terminal rodoviário (Papicu) e outro tipo de padronização para as outras seis estações: Montese, Vila União, Rodoviária, São João do Tauape, Pontes Vieira e Mucuripe. Serão construídos, também, dois elevados com vãos de 32,90 metros, uma passagem inferior passando pela avenida Borges de Melo, além de passarelas sobre a avenida Expressa e a Pontes Vieira.

 

09.04.2015

 

Wilame Januário
Repórter/Célula de Reportagem

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias
sabrina.lima@gabgov.ce.gov.br   / (85) 9128.1288

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil ( comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)