Cagece faz campanha para utilizacão do esgoto no Interior do Estado

19 de Abril de 2015

 

O Índice de Utilização da Rede de Esgoto (Iure) no Interior do Ceará é de 55,21%. Isso significa que quase metade dos moradores cujos imóveis têm acesso à rede de esgoto da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) escolhe não se interligar. Considerando todo o Ceará, o Iure sobe para 77,27%, o que ainda é insuficiente, tendo em vista a necessidade de se preservar os mananciais. Já em Fortaleza, esse índice é 86,83%.

Vale lembrar que ao escolher não interligar um imóvel à rede de esgoto, o morador adota alguma outra forma de descarte de seu esgoto, que poderá ocasionar a poluição do lençol freático.

Um exemplo do descompasso entre a disponibilidade de rede de esgoto e a efetiva interligação é a situação de Barbalha, no Cariri. Em Barbalha, o Iure alcança apenas 26,05%. Em Juazeiro do Norte, o Iure é de 56,42%.

Devido ao baixo nível de utilização da rede e por ser abastecida por um importante aquífero, a região do Cariri foi escolhida como foco de um movimento para buscar a sensibilização da população para a importância do sistema de esgoto.

O movimento Carta Cariri é uma iniciativa conjunta da Cagece, Prefeituras, Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Ceará (Arce), Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), do Ministério Público do Ceará, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE campus Juazeiro do Norte), Instituto Trata Brasil e das Secretarias de Recursos Hídricos (SRH) e das Cidades.

Uma carta de conscientização está sendo entregue aos moradores de Juazeiro do Norte e Barbalha que já foram beneficiados com rede de esgoto, mas ainda não interligaram seus imóveis. Deverão ser sensibilizadas cerca de 20 mil pessoas sobre os benefícios da interligação com a rede de esgoto. Além da entrega da Carta, já estão previstos projetos de educação ambiental com crianças e jovens, apresentações sobre o programa e visitas porta a porta às famílias já beneficiadas por rede de esgoto (por estudantes do curso de engenharia ambiental do IFCE), entre outras ações.

Na região do Cariri, constatou-se que apesar dos investimentos na expansão dos sistemas de esgoto, existe uma resistência da população em utilizar a rede, devido ao desconhecimento das consequências da poluição ao meio ambiente. Caso haja poluentes na água de abastecimento, estes acarretam risco de doenças decorrentes da ingestão ou utilização da água.

Assessoria de Imprensa e Relações Públicas da Cagece

3101.1826 / 8878.8932

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br 
(85) 3466.4898