2ª Semana de Arte Urbana (SAU) acontece até 13 de novembro

12 de novembro de 2015

A rua é um corpo que gesta e alimenta as nuances da Arte Urbana. Poética que se configura em fusões e rodopios de linguagens, cromatismos, sentimentos e intencionalidades. Ao encontro do que disse, certa vez, o crítico Mário Pedrosa: ?A arte é o exercício experimental da liberdade?; a expressividade que brota das ruas, em meio a fuligem, a voracidade do trânsito e o vapor quente expelido pelos bueiros da cidade, nos abre possibilidades de cogitar, perceber e considerar o mundo em nossa volta.

A Arte Urbana, em suas diferentes facetas, recria-se pela imaginação e pelos fluxos de subjetividades pulsantes. Ela é nômade e conspira contra todas as fronteiras, sendo ao mesmo tempo, cidade e linguagem, figura e fundo, concreta e simbólica. Produzindo os mais variados tipos de diálogos com o corpo citadino cujos resultados são, quase sempre, imprevisíveis.

Com essas inquietações, a 2ª Semana de Arte Urbana ? SAU ocorre de 11 a 13 de novembro de 2015 trazendo este ano a discussão: ?Cidades, linguagens e estéticas ? os múltiplos da arte urbana?. A arte afora aquela dos ?juízos de gosto?, é o que escapa daquilo que Nietzsche, conforme Agamben, define como sendo o traço essencial da vontade de potência. Os modos de julgamento, de classificação do que pode ou não ser considerado arte, da divisão das artes em áreas distintas (visuais, fotografia, performance, intervenção dentre outras), por algum tempo, restringiu e, de certo modo, confinou o quantum de energia criativa que dinamiza esses processos. Nesse encontro, alcançando novas vias, a SAU está interessada em produzir olhares, saberes e práticas entre artes que se misturam, se bifurcam, se entrelaçam e embaralham contumazes fronteiras de classificação. Consideraremos arte urbana tudo aquilo que cria e recria a cidade e os sujeitos no âmbito de suas invenções, intervenções e contaminações criativas que assim sendo, borram as habituais fronteiras entre práticas e linguagens artísticas.

 

Oficinas

A programação da SAU oferecerá oficinas de lambe-lambe, zine, intervenção urbana, fotografia e ativismo criativo que acontecerão nos dias 12 e 13 de novembro. As inscrições estão encerradas e obedecem o limite de 20 vagas por vivência. Conheça as oficinas aqui.

PROGRAMAÇÃO

Dia 11 de novembro

– 19h: Abertura da programação

Paulo Linhares – Presidente do Centro Dragão do Mar e Professor Doutor do PPG em Sociologia (UFC)

Elisabete Jaguaribe – Diretora do Porto Iracema das Artes/Dragão do Mar

– 19h30: Mesa de abertura Relatos de territórios: artes urbanas em movimento.

Palestrante:

Lorenzo Bordonaro ­ Diretor do EBANO Collective (Lisboa) e bolsista de Pós­-Doutorado (PNPD) do Programa de Pós­Graduação em Antropologia da UFS.

Mediação:

Glória Diógenes ? Professora Doutora PPG em Sociologia da UFC, cofundadora da Rede de Pesquisadores Luso-­Brasileiros em Arte de Rua,coordenadora do Laboratório das Juventudes ? UFC.

Local: Auditório Porto Iracema

Dia 12 de novembro

– 15 às 18 horas: Oficinas

Lambe-Lambe com Ceci Shiki ­ – Atelier

Há mais zines entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã caligrafia com Fernanda Meireles – Sala A5

– 15 às 18 horas: Intervenção urbana

Os abduzidos com Lana Benigno – Ponto de encontro no Pátio da escola

– 18h às 20h: Mesa redona Caligrafias urbanas


Palestrantes:

– Roca Alencar – Professora Doutora do Departamento de Antropologia e Etnologia da UFBA

– Fernanda Meireles ­ Mestre no Programa de Pós-­Graduação em Comunicação ­ ICA/UFC. Graduada em Licenciatura em Letras Português/Inglês pela UECE (2004) e especialista em Arte­Educação pelo IFCE (2008), atuando principalmente nos seguintes temas: zine, mídia alternativa, epistolografia, educomunicação, arte e comunicação urbana.

– Carla Galvão – Mestre no Programa de Pós­Graduação em Artes, no ICA/UFC.Professora do curso técnico em Modelagem do Vestuário no Instituto Centro de Ensino Tecnológico.

Mediação:

– Glória Diógenes ? Professora Doutora PPG em Sociologia da UFC, cofundadora da Rede de Pesquisadores Luso­Brasileiros em Arte de Rua,coordenadora do Laboratório das Juventudes ? UFC.

Local: Auditório Porto Iracema

Dia 13 de novembro

– 15 às 18 horas: Oficinas

Fotografia e afeto das ruas com Marília Oliveira ? Sala A1

Workshop Ativismo Criativo com o Coletivo Aparecidos Políticos ? Sala A3

– 19h: Mesa redonda Hibridismos nas paisagens da arte urbana: o velho é tão novo

Palestrantes:

– Herbert Rolim ­ Doutor em Belas Artes pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. É professor do Curso de Licenciatura em Artes Visuais do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará IFCE.

– Hélio Rôla: Artista plástico, pintor, desenhista, gravador, escultor e poeta

– Marcos Martins ­- Artista visual, arquiteto e professor de Escultura na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Doutorando e Mestre em poéticas Visuais pela ECA/USP e Co­Gestor do espaço independente Contemporão. Integra o grupo 3P (Práticas e Processos da Performance) e participou dos coletivos de arte urbana EIA-
Experiencia Imensiva Ambiental (SP) e Interatividade (Fortaleza).

Mediação:

Ana Cecília Soares ? Mestre no Programa de Pós­-Graduação em Artes, no ICA /UFC. Editora da revista e do site Reticências?Crítica de Arte

Local: Auditório Porto Iracema

20h: Conferência de encerramento Arte Urbana hoje

– Sílvia Câmara ­- Departamento de Patrimônio Cultural da Câmara Municipal de Lisboa. Galeria de Arte Urbana (GAU) e membro fundadora da Rede Luso­Brasileira de Pesquisa em Artes e Intervenções Urbanas ? RAIU.

Local: Auditório Porto Iracema

12.11.2015

Assessoria de Comunicação da Escola Porto Iracema das Artes
Ana Alice Nogueira
(85) 3219.5842

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

Coordenadoria de imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898