Theatro José de Alencar tem programação gratuita especial nesta terça-feira (17)

17 de novembro de 2015

No TJA, o dia 17 de cada mês é comemorado de forma a relembrar a data do aniversário do teatro-monumento, inaugurado em 17 de junho de 1910.

O Theatro José de Alencar (TJA) recebe uma programação especial, nesta terça-feira. Isso porque o dia 17 de cada mês é comemorado de forma a relembrar a data do aniversário do teatro-monumento, inaugurado em 17 de junho de 1910. Durante todo o dia, uma série de atividades gratuitas acontecerá no equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult). Além de fazer a tradicional visita guiada pelos belos espaços do teatro, o público poderá conferir a performance do palhaço Jacu, a exposição fotográfica “Comunidades do Centro”, do Infinito Coletivo de Fotografia, bem como as apresentações musicais do Coral do Instituto de Cultura e Arte da UFC, da banda Fundição Sonora e Poética e do Lumière Quarteto.


Visita guiada ao TJA

As visitas guiadas ao teatro, que é referência artística e turística nacional, acontecem nos seguintes horários: 9h, 10h, 11h, 12h, 14h, 15h, 16h e 17h. Curioso exemplar da arquitetura eclética no Brasil, o Theatro José de Alencar, além da sala de espetáculo em estilo art noveau e jardim projetado por Burle Marx, dispõe de auditório de 120 lugares, foyer, espaço cênico a céu aberto e o prédio anexo, com 2.600 metros quadrados, que sedia o Centro de Artes Cênicas (CENA), o teatro Morro do Ouro, com capacidade para 90 pessoas, a praça Mestre Pedro Boca Rica, com palco ao ar livre e capacidade para 600 pessoas, a biblioteca Carlos Câmara, a galeria Ramos Cotôco, quatro salas de estudos e ensaios, oficinas de cenotécnica, de figurino e de iluminação, abrigando ainda a Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho e o curso Princípios Básicos de Teatro e Circo.

Palhaçadas no pátio do TJA

Como parte da programação deste dia 17, o Theatro José de Alencar receberá em seu pátio, o ator, diretor de teatro e arte-educador João Andrade Joca, às 17h30, que encarna o palhaço Jacu, personagem quixotesco que viaja no tempo e no espaço para apresentar sua dança dramática em quatro episódios: o selvático, o ibérico, o áfrico e o mestiço.

No espetáculo solo, o ator pretende revelar, por meio de gestos, músicas e sons corporais, imagens que perpassam lembranças coletivas que remontam historicamente a formação étnica do povo brasileiro. Jacu, que zoologicamente se refere a uma ave das matas primitivas do Brasil, é também relacionado à habitante da roça, de pouca instrução e de modos rústicos e desajeitados.

Apesar disso, o palhaço contador de história, tem como principal atração de seu show a dança dramática que faz reviver sua herança mais sagrada, a memória do que foi vivido pelos seus antepassados. Para tal, transfigura-se no Selvático, Ibérico, Áfrico e Mestiço.

Música para todos os gostos

Espetáculo JACU. FOTO ULISSES NARCISOPara quem gosta de música, a programação do Theatro José de Alencar segue devidamente contemplada com grandes atrações. O Coral do Instituto de Cultura e Arte da Casa de Arte da Universidade Federal do Ceará inicia sua apresentação às 16h30 no saguão do TJA. Em seguida, no pátio nobre, às 18h, acontece a tradicional “Hora do Angelus”, com o tenor Franklin Dantas e a presença dos alunos do Curso de Princípios Básicos de Teatro, que acontece regularmente no equipamento como ação formativa.

Às 18h30, no Palco Aberto do TJA, a banda Fundição Sonora e Poética – Flor de Cactus se apresenta. O grupo musical une em seu repertório elementos tradicionais e futuristas, fazendo um passeio musical pelo rock, blues, jazz, maracatu e hard core e misturando sonoridades e harmonias.

A programação musical se encerra com a apresentação do Lumière Quarteto, no Foyer do TJA, às 19h30. O grupo de cordas, composto por André Albiérgio e Higor Monteiro (violinos), Awa Blayne Ferreira (viola) e Yuri Farias (violoncelo), o quarteto, trará ao público versões de temas de filmes como  Star Wars, Senhor dos Anéis, Perfume de Mulher, além de outras surpresas.

Exposição Comunidades Centro

Ótima opção para quem visita o TJA é conferir também a exposição “Comunidades Centro”, aberta de 9 às 18h, na Galeria Ramos Cotôco. A exposição fotográfica retrata a realidade do Centro de Fortaleza, de seus moradores, de sua arquitetura e de seus frequentadores, a partir de registros da Praça do Ferreira e Praça José de Alencar. O projeto é resultante de uma pesquisa realizada pelos integrantes do Infinito Coletivo de Fotografia: Andressa Campêlo, Augusto Oliveira, Júlia d?Ávila, Kamila Rabelo e Leonardo Costa.

::SERVIÇO::

Theatro José de Alencar
Rua Liberato Barroso, 525 – Praça José de Alencar – Centro

Aberto ao público de terça-feira a domingo
Terça a sexta-feira: a partir das 9h
Sábados, domingos e feriados: a partir das 14h

Informações: (85) 3101.2596  

17.11.2015

Secretaria da Cultura do Estado
Dalwton Moura, Clovis Holanda, Lucas Benedecti, Paula Candice
85 3101-6761 / secultmkt@gmail.com

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

Governo do Estado do Ceará
Coordenadoria de  Imprensa – Casa Civil