Atenção primária no Ceará muda a partir de 2016

7 de dezembro de 2015

O Ceará vai reorganizar o modelo de atenção à saúde da população, a partir da reestruturação da atenção primária nos municípios. Para tanto, a Secretaria da Saúde do Estado inicia a Planificação da Atenção Primária à Saúde na região de saúde de Tauá, com a realização de seis oficinas até o mês de agosto, com início no dia 13 de janeiro, com a participação de 80 técnicos da Sesa e  320 profissionais da atenção básica dos municípios de Arneiroz, Aiuaba, Parambu e Tauá. As oficinas vão ajudar as secretarias municipais de saúde e equipes de saúde da família a reorganizar o sistema de saúde dos municípios para implantação das Redes de Atenção à Saúde e proporcionar instrumentos, ferramentas e tecnologias de planejamento e de organização do trabalho das equipes de atenção primária.

A atenção primária à saúde, como coordenadora do cuidado dos usuários no território de sua responsabilidade, apresenta-se como fundamental para a consolidação de redes de atenção à saúde. O atual modelo de atenção, voltado predominantemente para o cuidado aos casos agudos de saúde da população, não é adequado para enfrentar o aumento das condições crônicas. Contraponto ao modelo fragmentado de atenção à saúde, caracterizado pelo descompasso entre o sistema de atenção e a situação epidemiológica da população, as redes de atenção à saúde, coordenadas pela atenção primária, estruturam-se para enfrentar uma condição de saúde específica, por meio de um ciclo completo de atendimento, o que implica a continuidade da atenção (primária, secundária e terciária) e a sua integralidade, envolvendo ações de promoção, de prevenção e de gestão das condições de saúde, estabelecidas por meio de intervenções de cura, cuidado, reabilitação e paliação.

O processo de implantação do novo modelo de atenção à saúde no Ceará contará com o Instrumento para Avaliação da Qualidade na Atenção Primária à Saúde, que atribuirá os selos bronze, prata e ouro às equipes de saúde que alcançarem os padrões de qualidade esperados das unidades básicas de saúde. O instrumento de avaliação vai possibilitar a verificação do estágio de desenvolvimento alcançado pelas unidades de saúde, identificar e corrigir as não conformidades, bem como desenvolver planos para melhoria contínua. Depois da região de Tauá, a planificação da atenção primária será realizada nas demais 21 regiões de saúde do Estado.

A Planificação da Atenção Primária à Saúde foi iniciada em 2008, por iniciativa do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), com o objetivo de assessorar as secretarias estaduais na reorganização do seu sistema de saúde, promovendo a integração das ações e serviços de saúde, o fortalecimento da atenção primária e a consequente implantação das redes de atenção. O município de Tauá tornou-se campo do Laboratório de Atenção Primária do Ceará ao iniciar, em 2014, o seu processo de planificação.

07.12.2015

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / Helga Rackel ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

Coordenadoria de imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898