Menos de 3% dos veículos vistoriados pela Semace estavam poluindo acima do permitido

7 de dezembro de 2015

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) escolheu os municípios de Tianguá, Sobral e Canindé para fiscalizar a poluição atmosférica ocasionada por veículos movidos a diesel. As blitze do Programa de Combate à Fumaça Negra ocorreram nos três primeiros dias de dezembro, respectivamente. Passaram pela vistoria 338 carros. Nove apresentaram excesso de fumaça, o que representa apenas 2,6%.

Todos os autuados receberam uma multa R$ 1.459, pois, durante a medição, ficou constatado que o índice de fumaça negra expelido era equivalente a 60% da escala de Ringelmann Reduzido. Composta por cinco cores, que variam do cinza claro ao preto total, a escala indica 20, 40, 60, 80 e 100% de escuridão na fumaça jorrada pelo automóvel. As duas primeiras situações são as permitidas por lei.

A falta de cuidados com o motor do veículos é um dos principais fatores que contribuem com a poluição. De acordo com Francisco Oliveira, coordenador do programa, a falta de manutenção nos carros é fator preponderante para que a fumaça fique fora dos padrões adequados e acabe poluindo o meio ambiente e até prejudicando a saúde humana.

Apoio

No primeiro dia de blitz a Semace contou com o apoio da Polícia Rodoviária Estadual (PRE). Já em Sobral e Canindé, foi a vez da Federal (PRF) contribuir com a equipe da autarquia no controle do tráfego de veículos.

07.12.2015

Fhilipe Augusto
Jornalista/Assessoria de Imprensa da Superintendência Estadual do Meio Ambiente

Alberto Perdigão
Assessor de Imprensa da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace)
(85) 3101-5554/ 98852-6642
comunicacao@semace.ce.gov.br

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
(85) 3466.4898