Fortaleza é premiada como capital turística que mais evoluiu em 2015

9 de dezembro de 2015

O Ministério do Turismo e o Sebrae premiaram nesta quarta-feira (9), em Brasília, as cidades que mais evoluíram em 13 aspectos que ajudam a compor a atividade turística, de acordo com o Índice de Competitividade do Turismo Nacional. Depois de uma pesquisa de campo realizada em 65 destinos turísticos, Fortaleza (CE) e Corumbá (MS) foram apontadas como os municípios que mais avançaram em relação aos seus resultados do ano passado. A premiação é concedida aos municípios que mais evoluíram no índice geral e em cada uma das 13 categorias, que incluem infraestrutura geral; acesso; atrativos; políticas públicas; serviços e equipamentos turístico, entre outras. 

Nesta 7ª edição do Índice de Competitividade, nove municípios receberão certificado, já que alguns avançaram em mais de uma dimensão. Entre as obras destacadas pelo Ministério do Turismo que contribuíram para colocar Fortaleza como a capital com maior evolução no índice estão a requalificação da orla da Praia do Futuro e o Centro de Eventos do Ceará (CEC). Até novembro deste ano, foram realizados 125 eventos, gerando R$ 7,4 milhões de receita. O número é 13,5% maior do que o registrado no mesmo período de 2014. Além de congressos e feiras, o Centro de Eventos recebeu grandes shows como os de David Guetta, Los Hermanos e Caetano Veloso e Gilberto Gil.

Conforme Livia Holanda, gerente geral do CEC, o equipamento mudou o perfil do turismo do Ceará, que antes era mais sazonal. “O Centro de Eventos permitiu que houvesse boa ocupação hoteleira durante todo o ano”. Ela avalia ainda que o Centro de Eventos conseguiu manter boa receita, mesmo em um ano de cortes. “Mesmo com todas as adversidades, estamos conseguindo manter bons números”, completa.

A capital cearense alcançou também a maior evolução no quesito Aspectos Sociais. “O exemplo de Fortaleza reforça a importância do investimento público no desenvolvimento e na estruturação dos destinos e confirma a relevância do índice de competitividade no processo de identificação dos avanços e dos problemas a enfrentar”, destacou o ministro Henrique Eduardo Alves. 

O Índice de Competitividade do Turismo Nacional é um indicador que permite avaliar o estágio real de desenvolvimento do turismo em cada município ou destino, entender onde as políticas de incentivo funcionaram e onde elas precisam ser repensadas, em nível local e federal. Para isso, analisa a situação de 65 destinos considerados indutores do desenvolvimento turístico em 13 categorias.

09.12.2015

Assessoria de Comunicação da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur)
Yanna Guimarães – (85) 3195.0211 ou 98956.0331
yanna.guimaraes@setur.ce.gov.br

Giselle Dutra
Gestora de Célula / Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br  / (85) 3466.4898