Banco de Olhos do HGF apresenta crescimento de doações de córneas

10 de dezembro de 2015

O Banco de Olhos do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), da rede pública do Governo do Estado, comemora o crescente número de doações neste ano. Até novembro, foram 502 doações de córneas, 10% a mais que no mesmo período do ano passado quando o número de doações chegou a 454. Em reconhecimento à importância da doação e para agradecer o gesto de solidariedade às famílias dos doadores, o HGF realiza nesta quinta-feira, 10, a partir das 8h30min, um encontro especial com doadores e receptores. Apresentações culturais e palestras fazem parte da programação.  

O evento é realizado anualmente e é alusivo ao Dia Nacional do Doador de Córneas, celebrado em 13 de dezembro. Um dos participantes desta edição será o comerciante João Batista Damasceno Costa, 45, transplantado há seis meses. Ele conta que começou a perder a visão aos 22 anos e aos poucos já não enxergava mais. “Minha família depende de mim, não podia ficar sem trabalhar. Fiquei assustado quando o médico falou que no meu caso a solução era um transplante. Felizmente, a espera foi curta e eu passei a ver o mundo de novo”, afirma. 

Assim como João Batista, centenas de cearenses ganharam em 2015 a oportunidade de uma reabilitação visual. As doações feitas neste ano possibilitaram a realização de 766 transplantes até novembro, um incremento de 8% em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com o oftalmologista coordenador do Banco de Olhos, José Newton Dias da Escóssia, o transplante de córneas apresenta alta porcentagem de sucesso, atingindo 95% de todas as cirurgias. “De todos os transplantes, o que há menor probabilidade de rejeição é o de córnea. Mesmo assim, o paciente precisa tomar todos os cuidados pós-operatórios, como o uso correto da medicação e ir com frequência ao oftalmologista”, explica.

Banco de Olhos

Único do Ceará, o Banco de Olhos do HGF foi inaugurado em 2006 e funciona de acordo com normas do Sistema Nacional de Transplantes do Ministério da Saúde, garantindo os padrões técnicos e de qualidade que a complexidade dos procedimentos requer. Além do HGF, existem mais dez bancos de olhos no Nordeste, sendo nove públicos e dois mistos (públicos e privados).  

No Banco de Olhos do HGF, as córneas captadas em todos os hospitais do Estado – públicos e privados – são preparadas, armazenadas e disponibilizadas para a Central de Transplantes, responsável pela fila de espera. O Banco de Olhos realiza também a distribuição das córneas aos Centros Transplantadores de Fortaleza, Sobral e Barbalha. Existem, no total, nove centros em todo o Estado.  Além das córneas oriundas de hospitais, o Banco de Olhos do HGF também capta córneas de doadores que vieram a óbito em casa. Para isso, a família precisa entrar em contato com o serviço para comunicar o desejo da doação.

Todas as córneas recebidas no Banco de Olhos passam por um processo de preparo e preservação em uma solução específica de antibióticos e nutrientes que mantêm os tecidos vivos e aptos para a doação por até 14 dias. As córneas passam também por exames sorológicos (para descartar possíveis doenças infectocontagiosas) e por uma análise biomicroscópica, onde são avaliados diversos aspectos como boa vitalidade e transparência, sequelas de traumas ou procedimentos cirúrgicos, neoplasias, anormalidades congênitas ou adquiridas, cicatrizes, entre outros. Após essa criteriosa avaliação, as córneas são armazenadas em câmaras frias onde ficam submetidas a uma temperatura de 4° C até a data da cirurgia do transplante.

O Banco de Olhos do HGF funciona 24 horas e qualquer pessoa com mais de 2 e menos de 70 anos de idade pode ser um doador. A doação pode ser realizada até seis horas após o óbito, caso o doador não esteja em unidade hospitalar. Em unidades hospitalares, a doação pode ser feita até 24 horas após o óbito.

Serviço:

Comemoração do Dia Nacional do Doador de Córneas
Dia: 10 de dezembro de 2015 (quinta-feira)
Hora: 8h30min
Local: Hospital Geral de Fortaleza – Rua. Ávila Goulart, 900, Papicu

Programação

8h30 – Acolhimento
8h40 – Minuto de silêncio pelo doador
8h45 – Apresentação musical e acolhida com o coordenador do Banco de Olhos, Newton Escóssia
9h – Palestra “Um ato de amor a serviço da vida”, com a assistente social Janaína Mota da Rocha.
9h30 – Apresentação teatral sobre doação
9h45 – Depoimentos de doadores e receptores
10h – Apresentação musical Luís Ferrar
10h30 – Encerramento                                                                                           

Banco de Olhos do HGF: (85) 3101- 7088

10.12.2015

Assessoria de Imprensa do HGF
Bárbara Holanda/ Thiago Vidal
(85) 3101.7086
Twitter: @Hospital_HGF

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil / 85 3466.4898