#CEPacífico: 2ª Uniseg é inaugurada pelo Governo do Ceará em Fortaleza

9 de julho de 2016


Com a instalação, os bairros vão receber um reforço de mais 205 policiais militares atuando em oito viaturas e oito motocicletas, que vão realizar relatórios com informações relevantes para orientar os demais serviços de policiamento territorial

 

20160709102358  MG 4417“A ideia da Uniseg é trabalhar o policiamento comunitário com a população, conversando com as pessoas, ouvindo as famílias, para garantir segurança e tranquilidade aos moradores das áreas contempladas”, afirmou o governador Camilo Santana durante inauguração da 2ª Unidade Integrada de Segurança (Uniseg), realizada na manhã deste sábado (9), em Fortaleza. A unidade vai ampliar os serviços prestados pelas forças de segurança do Ceará no dia a dia dos moradores dos bairros Aldeota, Varjota, Meireles e Praia de Iracema.

A partir de agora, os moradores da área vão contar com o atendimento de uma delegacia de Polícia Civil em regime de plantão, o 2º DP; com a sede da Uniseg, que fica na Unidade da Polícia Militar – 1ª Companhia do 8º Batalhão de PM; e com o atendimento de uma Base Móvel Ronda (BMR); além dos demais serviços prestados 20160709090937  MG 4245pelos outros órgãos de segurança atuantes como Pefoce, Aesp e Corpo de Bombeiros.

Com a instalação, os bairros vão receber um reforço de mais 205 policiais militares atuando em oito viaturas e oito motocicletas, que vão realizar relatórios com informações relevantes para a orientação dos demais serviços de policiamento territorial. Para acelerar a elucidação dos casos registrados nos quatro bairros do perímetro da Uniseg, a Pefoce também vai atuar de forma mais específica, para elaborar laudos e demais serviços prestados pelo órgão com mais rapidez e, assim, agilizar na resolução dos crimes.

Caminhando pelas ruas do Meireles, o chefe do Executivo visitou as instalações da sede da Uniseg, onde 20160709102539  MG 4443vai funcionar o 8º BPM, e disse que o equipamento terá será importante no combate ao crime. “Esse é o espaço físico da Uniseg, que terá um papel primordial no combate à violência dessa região. As ações dos órgãos de segurança pública vão garantir a redução de crimes no Estado, como já vem ocorrendo no Vicente Pinzon, que é primeira experiência desse formato implantada em Fortaleza”, informou.

Camilo Santana andou ainda pela rua Tenente Benóvolo, avenida Barão de Studart e rua Costa Barros, até chegar na delegacia 24 horas da 2ª Uniseg. O local, que tem como titular o delegado Ricardo Romagnoli, conta com um efetivo de sete delegados, 18 escrivães e 31 inspetores, atuando em três viaturas. Na ocasião, o governador foi recepcionado por um grupo formado por policiais civis e militares, que já se apresentam para alunos da rede estadual.

A população que reside na região será beneficiada com ações e programas sociais que buscam, além da redução da criminalidade, o desenvolvimento pessoal e cultural dos moradores. Um exemplo são os cursos que serão ofertados pela Aesp, com temáticas sobre o policiamento comunitário, com o 20160709094734  MG 4306objetivo de capacitar lideranças comunitárias, representantes de entidades inseridas nos bairros e outras pessoas atuantes na comunidade a se inteirarem do trabalho policial como forma de auxiliar seus vizinhos, amigos e familiares.

A primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra, falou sobre a parceria do Estado com o Município. “A Prefeitura de Fortaleza, juntamente com o Governo do Ceará, faz um trabalho para melhorar a vida da comunidade, se aproximar da população, através da polícia comunitária, dos cursos gratuitos e tantas outras ações que a Uniseg proporciona. Esse conjunto é de extrema importância para a cidade de Fortaleza”, enfatizou. O governador também falou sobre a parceria. “A implementação só é possível graças à parceria com a Prefeitura de Fortaleza, que tem colaborado com as ações de iluminação nas ruas, limpeza dos bairros, infraestrutura nas comunidades, reforço da guarda municipal e dos agentes de saúde”, disse.

 

Unidade Integrada de Segurança (Uniseg)

A área circunscricional foi estabelecida a partir da redefinição das áreas operacionais para a cidade de Fortaleza. A divisão das Unisegs foi feita com base na densidade demográfica, em estatísticas criminais e no número de ocorrências geradas na Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da SSPDS. As implantações das Unisegs fazem parte das ações do programa estadual Pacto por um Ceará Pacífico e da reformulação do Ronda. A primeira unidade compreende o bairro Vicente Pinzon, Cais do Porto e Mucuripe e foi inaugurada no dia 05 de março deste ano.

 

Redução de homicídios

Desde a implantação da 1ª Uniseg, no bairro Vicente Pinzon, a área registra redução nos índices de violência. Em junho deste ano, não houve nenhum crime de morte na área – Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI), que englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. O quadro se repetiu no mês de abril deste ano. As mortes na área foram registradas nos meses de janeiro, março e maio. Se comparado o primeiro semestre de 2016 com o mesmo período de 2015, na área, foram 28 vidas salvas neste ano – sendo nove casos registrados em 2016 e 37 casos em 2015, o que significa uma queda de 75,7%.

Os programas sociais desenvolvidos na região também apresentam bons resultados. Mais de 350 vítimas de violência foram visitadas pelos policiais, treze famílias que tiveram entes queridos assassinados também foram visitadas e o Proerd formou aproximadamente 1.300 alunos de escolas públicas e particulares da região, entre outras ações. Além disso, 28 Boletins de Ocorrência Móvel (BOM) foram registrados, na Base Móvel Ronda (BMR).

09.07.2016
  

Wiarlen Ribeiro
Repórter / Célula de Reportagem

Fotos: Tiago Stille


Assinatura coornenadoria matérias