Equipe da Ciopaer vence competição nacional e se classifica para mundial de salvamento veicular e trauma

11 de julho de 2016

A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS), venceu o Desafio Nacional de Salvamento Veicular e Trauma 2016, seletiva para o evento mundial WRC 2016 – World Rescue Challenge. O evento ocorreu em São Paulo, nas dependências da Escola Superior de Bombeiros do Corpo de Bombeiros paulista, entre os dias 04 e 09 de julho.

Equipes de todo o país participaram, disputando competições voltadas para o resgate de pessoas presas em ferragens de veículos e atendimentos a traumas. Nesta seletiva nacional, que teve a participação de 22 grupos de 16 estados brasileiros, a equipe cearense alcançou a 1ª colocação na modalidade Trauma, classificando-se para, juntamente com a equipe de Santa Catarina, vice-campeã, representar o Brasil na competição internacional que ocorre no mês de outubro, em Curitiba.

O grupo de atendimento aerómedico da Ciopaer, composto pelo subtenente BM Francisco Djacy Pereira, subtenente BM Antônio Nivau Soares da Silva, subtenente PM Gredson Bernardo de Moraes e 1.º sargento BM Antônio Carlos da Costa, 2.º sargento PM Edvaldo José Santana Flexa, o médico Eduardo Henrique e a enfermeira Emanuelle Sales, participou de todas as modalidades da competição, se destacando na de Trauma.

O desafio consistiu em duas etapas, na primeira, os profissionais se depararam com uma situação de trauma, em um cenário preparado, e precisaram fazer o atendimento à vítima de forma correta, usando as técnicas adequadas e os procedimentos padrões para aquele tipo de ocorrência. Na segunda etapa, os profissionais também precisavam realizar um salvamento, porém mais complexo. “No cenário ficam atores especialmente preparados, inclusive com maquiagem, participando como vítimas em situações simuladas de acidente, exigindo ação completa das equipes, como se estivessem atuando em um quadro real”, explica o subtenente do Corpo de Bombeiros do Ceará, Francisco Djacy.

Durante as etapas, uma comissão julgadora avalia o desempenho de cada membro da equipe e do grupo como um todo, considerando rapidez, eficiência e assertividades das ações. “Para todo o grupo essa experiência foi muito importante porque tivemos uma troca de conhecimento com vários profissionais de diferentes estados do Brasil”. “O Ceará ganha ainda mais qualificação para os seus profissionais no atendimento desse tipo de ocorrência”, completou o subtenente.

Equipe da Ciopaer vence competição nacional de resgate e se classifica para o evento mundial de salvamento veicular e trauma2Brasil sediará evento mundial

De 19 a 23 de outubro, a cidade de Curitiba, no Paraná, receberá o Desafio Mundial de Resgate (WRC), promovido pela Associação Brasileira de Resgate e Salvamento (Abres). O evento reúne organizações nacionais de resgate com o objetivo de promover a valorização e a manutenção de procedimentos de emergência e técnicas para lidar com acidentes de trânsito e situações de trauma. Serão 38 equipes de 25 países competindo.

O WRC acontece anualmente e reúne profissionais que atuam em resgate, salvamento e atendimento pré-hospitalar interessados em aperfeiçoar suas técnicas e participar do intercâmbio de experiências com equipes de diversos estados do país e equipes internacionais. O evento objetiva despertar para ações que reduzam os acidentes de trânsito e suas sequelas, fortalecer a discussão do tema junto à comunidade, aperfeiçoar profissionais e promover o intercâmbio de saberes.

Curso atendimento aeromédico

Nesta terça-feira (11), acontece o encerramento da segunda turma do Curso de Tripulante Aeromédico, realizada na Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP). As aulas tiveram início no dia 13 de junho último. O Curso de Tripulante Aeromédico habilita profissionais de saúde para tripular aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), voltadas para o atendimento às ocorrências de resgate e remoção aeromédica. Esta é a segunda turma de profissionais de saúde que são capacitados pela AESP.

Com uma carga horária de 192 horas/aulas, o curso contempla aulas teóricas e práticas de direitos humanos; ética e cidadania; educação física; operações em alturas; salvamento aquático; salvamento terrestre; fraseologia aeronáutica; segurança de vôo; noções de teoria de vôo; noções de meteorologia; procedimentos de evacuação de emergência; procedimentos de segurança em aeronaves; equipamentos e procedimentos aeromédico; acidentes com múltiplas vítimas; regulamentação da aviação civil; noções gerais dos sistemas do helicóptero e sobrevivência em regiões inóspitas. Ao todo, 35 profissionais participam da capacitação, incluindo 18 médicos e 17 enfermeiros.

10.07.2016

Kélia Jácome
Assessora de Comunicação,
Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS)
Governo do Estado do Ceará
(85) 3101.6518 e 8766.0028

 

Assinatura coornenadoria matérias