QualificaAPSUS faz oficinas em Sobral e Limoeiro

20 de julho de 2016

A Secretaria da Saúde do Estado está desenvolvendo um novo projeto de qualificação da atenção primária em diferentes regiões e municípios. O Projeto de Qualificação da Atenção Primária à Saúde no Ceará (QualificaAPSUS) é uma alternativa que os municípios têm de reorganizar o modelo de atenção a partir da reestruturação da atenção primária, da implantação e implementação das redes de atenção à saúde da população. Tudo começa com a preparação dos profissionais. São dezenas de oficinas realizadas. Esta semana, até esta quinta-feira (21), as oficinas ocorrem nas regiões de saúde de Sobral e Limoeiro do Norte. Em Sobral, participam 1.205 profissionais de oito municípios – Meruoca, Moraújo, Mucambo, Ipu, Santa Quitéria, Uruoca, Reriutaba e Sobral. Em Limoeiro do Norte, são 250 profissionais de Jaguaribe e Limoeiro.

Em Sobral, é a 2º oficina do QualificaAPSUS Ceará, com o tema “Processos básicos  da atenção primária à saúde: territorialização, cadastramento e diagnóstico local”. Já em Limoeiro é a 3º terceira oficina, focada no tema “As condições crônicas na atenção primária à saúde: identificação, estratificação de risco, programação local e agenda programada”. Segundo a coordenadora do QualificaAPSUS no Ceará,  Carmem Cemires Bernardo Cavalcante, projeto executado na Sesa pela Coordenadoria de Políticas e Atenção à Saúde, ¨além de nove encontros regionais, incluindo oficinas e cursos complementares, os municípios da região de Limoeiro  já implantaram o sistema de tutoria na atenção primária à Saúde para apoiar a organização dos processos nos territórios¨. Por esse motivo, informa, que após a conclusão das oficinas regionais, no dia 22 de julho, próxima sexta-feira, acontecerá a terceira capacitação de tutoria. Terá a participação de 40 tutores da região de Limoeiro do Norte, que é décima região de saúde. O Ceará tem 22 regiões de saúde.

Avaliação das equipes

O processo de implantação do novo modelo de atenção à saúde do Ceará terá instrumento para avaliação da qualidade na atenção primária à saúde. Será atribuído os selos bronze, prata e ouro às equipes de saúde que alcançarem os padrões de qualidade esperados nas Unidades Básicas de Saúde, que são dos municípios. Carmem Cemires Bernardo Cavalcante afirma que “o instrumento de avaliação vai possibilitar a verificação do estágio de desenvolvimento alcançado pelas unidades de saúde, identificar e corrigir as não conformidades e ainda desenvolver planos para a melhoria contínua”. Ela afirma que serão definidas unidades laboratoriais onde serão implantadas as mudanças estruturais e processuais com a participação de tutores.

20.07.2016

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / Helga Rackel ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara

Expediente coordenadoria-01