Diplomatas do Instituto Rio Branco são recebidos pelo Governo do Ceará

29 de Janeiro de 2018 # # # #

André Victor Rodrigues - Repórter
Marcos Studart - Fotos

O Conselheiro Francisco Eduardo Novello agradeceu pela recepção do Gabinete do Governador, ao abrir portas para o Instituto e seus jovens formados, e também exaltou a solidez dos programas e ações executados pelo Estado nos últimos anos

O secretário do Gabinete do Governador, Élcio Batista, recebeu nesta segunda-feira (29), no Palácio da Abolição, diplomatas do Instituto Rio Branco (IRBr) para visita à sede do poder estadual, além da apresentação das atividades executivas e programas em curso do Governo do Ceará.

Os visitantes foram os 30 concursados aprovados na seleção para diplomata realizado em 2016, que recentemente concluíram o curso de formação no IRBr, em Brasília. Em conversa aberta, com perguntas e respostas, foi realizado um momento de troca de experiências sobre políticas públicas e análise sobre cenários sociais e econômicos.

Élcio Batista descreveu que é enorme a satisfação do Estado em receber, no Palácio da Abolição, representantes da carreira diplomática.

“O concurso para diplomata é um dos mais requisitados do mundo, e o Instituto Rio Branco tem uma tradição longeva na formação desses profissionais de carreira. Em todos os países do mundo, a diplomacia brasileira tem muita reputação. É detentora de qualidade e muito capital humano, sempre falado historicamente. Temos relações amistosas, isso fez com que o Brasil tenha um olhar diferenciado diante do mundo”, disse.

Carreira de diplomata

Os aprovados em concurso de admissão do IRBr iniciam na carreira diplomática como terceiros-secretários. Seguindo a ascensão, os concursados têm como passos futuros os cargos de segundo-secretário, primeiro-secretário, conselheiro, ministro de segunda classe e ministro de primeira classe (embaixador).

No Ministério das Relações Exteriores, os diplomatas aprovados no exame passam por contínuos treinamentos para representar o Brasil diante da comunidade de nações e colher informações necessárias para formulação da política externa brasileira. Em rotina, o diplomata participa de reuniões internacionais, com missões de equilibrar e aprofundar relações entre os países, promover a cultura do Brasil internacionalmente, dentre outros interesses nacionais.

Durante o evento no Palácio da Abolição, o Conselheiro Francisco Eduardo Novello agradeceu pela recepção do Gabinete do Governador, ao abrir portas para o Instituto e seus jovens formados, e também exaltou a solidez dos programas e ações executados pelo Estado nos últimos anos.

“Somos gratos por esse momento de adquirir novos conhecimentos. A ideia é realmente permitir que os estudantes interajam com o cotidiano das autoridades locais, o que foi feito hoje”, destacou.