Coordenadoria recebe consultora do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento

6 de Fevereiro de 2018 # #

Ana Carolina Carvalho - Gabinete do Governador
9 9708.4004 / 3133.3718 / 3717

Na tarde desta terça-feira (8), a coordenadoria de políticas públicas para LGBT no Ceará recebeu a consultora Camila Dias, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), da diretoria de políticas para LGBT da Secretaria Nacional de Cidadania do Ministério dos Direitos Humanos para apresentar a proposta do pacto nacional de enfrentamento à violência lgbtfóbica.

O pacto é uma proposta do Governo Federal para articular ações que visem ao enfrentamento da violência realizada contra a população LGBT.

“A proposta é ser um instrumento firmado entre Governo Federal e Estadual por meio do termo de adesão para elaboração de ações que atuem no enfrentamento da violência lgbtfóbica de maneira integrada”, destaca Camila.

Um dos objetivos do instrumento apresentado é efetivar ações que enfrentem a violência lgbtfóbica de maneira a mudar a realidade, mas que sejam capazes de transformar valores e crenças a fim de garantir que a população LGBT possa se expressar, sem que por isso sejam discriminados, ameaçados e excluídos.

Para Narciso Júnior, coordenador de políticas públicas para LGBT do Ceará, esse momento é de extrema importância para a troca de conhecimentos e de atualização das ações que o governo Estadual já esta realizando em relação ao tema.

“Ainda é necessário uma lei que criminalize a lgbtfobia porque temos dificuldades da aprovação nas assembleias sobre as pautas LGBT, mas nós aqui no Ceará já realizamos muitas das ações que já foram aqui apresentadas”, ressalta.

O próximo passo é lançar o pacto de forma nacional com os governos estaduais que se comprometerem com a proposta.